09 dezembro 2019

2000 Novas árvores estão a ser plantadas no Alto de S. Bento - Câmara Municipal e Comunidade unidas na proteção ambiental

O projeto de reflorestação do Alto de S. Bento está em curso. Aproveitando a estação adequada, a Câmara Municipal de Évora mobilizou a sociedade civil, com destaque para a comunidade escolar e voluntários de diversas instituições, para levar à prática jornadas de plantação. Cumpre-se assim o objetivo de promover a reposição do coberto vegetal caraterístico de toda a área afetada pelo incêndio ocorrido em 2017.

 

Duas mil novas árvores estão a ser plantadas neste início de Dezembro, com a participação ativa de alunos do pré-escolar do Jardim de Infância da Cruz da Picada, do Centro de Atividade Infantil de Évora, do JI Manuel Ferreira Patrício, Creche e JI Infância Quinta dos Sonhos, voluntários da Fundação Eugénio de Almeida e alunos do Curso Profissional da Escola Manuel Ferreira Patrício. Apoiam este projeto a ANEFA-Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e de Ambiente e também a Fundação Galp.

 

Os eleitos municipais fizeram questão de se associar pessoalmente à iniciativa, participando nas plantações. Através desta ação, os vereadores Eduardo Luciano e Alexandre Varela pretenderam destacar a importância do trabalho desenvolvido pelas crianças e jovens, que em conjunto com os respetivos professores, educadores, trabalhadores municipais e outros grupos de voluntários, evidenciaram um forte espírito de participação cívica bem patente no envolvimento e sensibilidade que demonstraram para as questões ambientais.

 

O projeto de reflorestação do Alto de S. Bento tem contado, desde o início, com a participação técnico-científica da Universidade de Évora, constituindo este mais um excelente exemplo de cooperação institucional em prol dos interesses da comunidade.

Para além de promover a regeneração das plantas num local de grande significado para a população eborense, a reflorestação do Alto de S. Bento insere-se na Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas, área na qual o Município de Évora foi percursor ao nível nacional e continua a estar na linha da frente.