16 maio 2017

3º Simpósio Internacional de Arqueologia Virtual em Évora

​​​

Teve início ontem, 15 de Maio, o 3º Simpósio Internacional de Arqueologia Virtual. O primeiro dia foi dedicado a trabalho de campo nas Termas da Villa Romana de Nossa Senhora da Tourega. A equipa multidisciplinar de técnicos realizou um levantamento que servirá de base à construção de um modelo tridimensional inédito, a partir desta estação arqueológica.

O 3º Simpósio de Internacional de Arqueologia Virtual decorre de 15 a 19 de Maio, sendo que os primeiros quatro dias são dedicados à "Maratona de Virtualização": trata-se de uma plataforma de trabalho em equipa que, de acordo com um programa próprio, está empenhada em desenvolver um projeto que será apresentado num ciclo de conferências a realizar no Palácio de D. Manuel ao quinto dia. Nas conferências, que serão abertas ao público e de entrada livre, os convidados irão apresentar e partilhar com o público os seus trabalhos de virtualização do património.

A terceira edição do simpósio estrutura-se, nas suas linhas gerais, a partir das duas anteriormente realizadas: a primeira em Montemor-o-Novo e a segunda em Vila Pouca de Aguiar. Assumirá por isso a sequência lógica das experiências anteriores, sendo ao mesmo tempo uma nova oportunidade para profissionais oriundos de vários pontos da Península Ibérica se juntarem e trocarem perspetivas, construírem e modelarem em conjunto, ao mesmo tempo que mostram ao público, na primeira pessoa, aqueles que têm sido os seus avanços nesta nova área científica da Arqueologia.

No caso de Évora, o objeto de estudo escolhido para levar a cabo o processo de virtualização arqueológica centrou-se nas ruínas das Termas da Villa de Nossa Senhora da Tourega, numa clara intenção de valorizar e proporcionar uma outra visão sobre um espaço singular no contexto patrimonial da região eborense.