30 outubro 2019

Adjudicada obra de reabilitação do Teatro Garcia de Resende

A empreitada da obra de reabilitação física e funcional do edifício do Teatro Garcia de Resende (TGR) foi adjudicada pela Câmara Municipal de Évora, aguardando-se agora o visto do Tribunal de contas para que os trabalhos possam ter inicio.

A rubrica do contrato de empreitada ocorreu ontem, 29 de outubro, tendo sido assinado pelo presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá e pelo administrador da empresa Teixeira, Pinto e Soares, S. A., Pedro Miguel Soares, e contou com a presença do vereador Eduardo Luciano.

A intervenção agora adjudicada tem o propósito de adequar o edifício ao cumprimento da legislação em vigor no que diz respeito à Segurança Contra o Risco de Incêndio. Vai também proceder-se à eliminação de barreiras arquitetónicas de modo a que o imóvel possa ser utilizado por cidadãos com mobilidade condicionada.

A reabilitação física e funcional do edifício do TGR implica um investimento superior a 1 milhão e 385 mil euros, com prazo de execução da obra de 450 dias a contar da data da consignação.

Este investimento insere-se no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Évora (PEDU), no âmbito do programa Alentejo 2020, constituindo-se como mais um passo na valorização dos equipamentos culturais que formam a base da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027.

O Teatro Garcia de Resende, situado na Praça Joaquim António de Aguiar, foi inaugurado em 1 de Junho de 1892 e encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público, notabilizando-se como um dos mais representativos Teatros à Italiana existentes em Portugal.

DSC_2717.JPG