16 maio 2017

Alentejo une-se em torno do setor Aeronáutico

A Câmara Municipal de Évora subscreveu no passado dia 18 de Abril um Protocolo de Colaboração, juntamente com uma série de instituições, públicas e privadas, do Alentejo que visa a promoção de desenvolvimento relacionado com o setor aeronáutico na região transtagana.

Este Protocolo, cuja cerimónia de assinatura teve lugar, recentemente, nos Paços do Concelho de Beja, foi celebrado entre a AED Portugal, ADRAL, CEIIA, PCTA, Universidade de Évora, CCDRA, Municípios de Évora, Beja e Ponte de Sor, NERE-AE, NERBE/AEBAL, e NERPOR-AE.

O Protocolo de Colaboração visa estabelecer formas de cooperação entre os signatários, no respeito pelos objetivos e identidade de cada um, acordando entre si promover iniciativas de desenvolvimento relacionadas com o setor aeronáutico na Região Alentejo, de forma abrangente, inclusiva e geradora de valor acrescentado, alinhada com a especialização inteligente nacional e regional.

Na prática, os signatários irão cooperar: para a realização de estudos e trabalhos técnicos com o objetivo de desenvolver projetos inovadores I&D no domínio do sector aeronáutico na Região Alentejo; para a criação e desenvolvimento de competências avançadas no domínio das tecnologias para este setor; em projetos conjuntos tendo em vista o seu financiamento pelos fundos estruturais da União Europeia, nomeadamente Portugal 2020, INTERREG e H2020, entre outros.

A presença do município de Évora no grupo dos signatários justifica-se pela importância que a edilidade atribui ao setor Aeronáutico, Espaço e Defesa (AED), classificando-o como estratégico e prioritário para o concelho, para a região e para o país, tendo-se, por isso, empenhado para a criação do "cluster" nacional AED, sediado em Évora.

Recorde-se, a este propósito que o setor AED em Évora baseia-se no Parque de Indústria Aeronáutica, principal base empresarial onde se encontra sedeada a Embraer Portugal, com duas fábricas e já instaladas ou em instalação mais sete (7) empresas, entre as quais a francesa Mecachrome com um investimento de 30 M€, estando em curso negociações e contactos com outras empresas.