28 abril 2017

Alunos da Conde Vilalva “controlam” espécies invasoras

Vários alunos de um Curso de Educação e Formação (CEF) e do Ensino Especial da Escola Conde Vilalva estiveram esta sexta-feira de manhã a participar numa ação de voluntariado junto à Ecopista, no âmbito do projeto LIFE – LINES, procurando com a sua intervenção controlar espécies invasoras e melhorar esta infraestrutura.DSC_3005.jpg

O projeto LIFE-LINES, apoiado pelo programa LIFE da União Europeia no ano de 2015 e em curso até Julho de 2020, visa ensaiar, avaliar e fomentar o uso de medidas destinadas a minimizar os efeitos negativos de infraestruturas lineares (rodovias, ferrovias, linhas elétricas) na biodiversidade. Para o efeito, entre outros trabalhos, o projeto prevê a criação, ao longo das infraestruturas lineares a intervencionar, de uma Infraestrutura Verde que apoie a conservação da biodiversidade do território em que atua. É um projeto coordenado pela Universidade de Évora e do qual a Câmara Municipal de Évora é parceira, a par de outras entidades públicas e privados.

A ação desta sexta-feira acabou por constituir o lançamento das atividades previstas para a Ecopista, que irão decorrer regularmente, e que visam, essencialmente o controlo/erradicação de flora exótica invasora e a subsequente renaturalização, com plantação de espécies nativas (árvores e arbustos) que, a médio prazo, promovam a existência de um corredor ecológico mais favorável à biodiversidade, contribuindo ainda para a adaptação às alterações climáticas e condições de uso deste espaço de lazer, tão utilizado pelos residentes da cidade.

Os jovens alunos da Escola Conde Vilalava estiveram a efetuar o controlo de canas e a renaturalização das áreas intervencionadas através da plantação de árvores como o sobreiro, medronheiro e loureiro, e arbustos como o medronheiro, pilriteiro e folhado.

Uma vez que esta já não é a época mais favorável para plantações, espera-se reforçar estes trabalhos no Outono, com a continuação da colaboração dos alunos e professores desta turma, que estarão ainda envolvidos em várias outras atividades de beneficiação da Ecopista.