28 abril 2017

Arqueologia Subaquática em Cuba dá início a ciclo de conferências em Évora

O professor e arqueólogo Antoni Fonollà Sanchez, do Gabinete de Arqueologia da Oficina do Historiador de Havana, em Cuba, iniciou ontem (27 de abril), um ciclo de três conferências na cidade de Évora. A Sala dos Leões, nos Paços do Concelho, foi o local escolhido para apresentação do primeiro tema em debate, relacionado com a "Arqueologia Subaquática em Cuba".

DSC_0442.JPG

A abertura da sessão foi encabeçada por Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara de Évora, que sublinhou a oportunidade de aprofundar conhecimento sobre uma área pouco estudada, mostrando também satisfação pelo facto de a autarquia acolher este ciclo de conferências organizadas, conjuntamente, com a Universidade de Évora e o seu Centro de História da Arte e Investigação Artística. Jorge Oliveira, em representação da Universidade e Célia Champlon, da Associação de Amizade Portugal – Cuba, também marcaram presença no começo da sessão.

Antes de traçar um pouco do percurso da História da Arqueologia Subaquática do seu país, Antoni Sanchez ofereceu à Câmara de Évora, na pessoa do seu presidente, uma nota cubana devidamente emoldurada.

As últimas duas conferências vão decorrer a 2 de Maio, sobre "O Gabinete de Arqueologia de Havana", e 5 de Maio, com o tema "Superposición Cultural En Punta Del Macao.