20 setembro 2019

Câmara dá a conhecer POCITYF

O projeto POCITYF (Positive Energy CITY Transformation Framework), do qual Évora irá ser de cidade-lanterna, foi ontem apresentado ao público no Salão Nobre dos Paços do Concelho pelo Presidente da edilidade, Carlos Pinto de Sá e por dois representantes da EDP – entidade líder do projeto – João Maciel e José Miguel Costa.

Na intervenção que proferiu, Carlos Pinto de Sá, salientou que este projeto se enquadra numa estratégia global do município para tornar Évora uma cidade mais sustentável e na qual se integram e entrecruzam outros projetos ambientais como o Laboratório Vivo para a Descarbonização, Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas, Requalificação do Aqueduto da Água de Prata e SmartGrid.

O POCITYF é um projeto de cidades inteligentes e comunidades, cujo objetivo principal é criar um conjunto de Positive Energy Blocks – áreas geograficamente delimitadas com uma produção local renovável superior ao consumo, em termos de média anual – nas cidades-piloto de Évora (Portugal) e Alkmaar (Holanda) e respetivas cidades-seguidoras de Granada (ES), Bari (ΙΤ), Celje (SI), Ujpest (HU), Ioannina (GR) e Hvidovre (DK).

Com a implementação dos referidos Positive Energy Blocks, o POCITYF pretende transformar o tecido urbano dessas cidades, com enfoque nas áreas cultural e historicamente protegidas, em locais mais sustentáveis, saudáveis, acessíveis e fiáveis para os seus cidadãos. Em última análise, melhorar a qualidade de vida das oito cidades referidas, através de um modelo sustentável e centrado no cidadão.

A estratégia do projeto POCITYF foi desenvolvida em quatro Linhas de Transição Energética (LTE) de atuação complementares e multidisciplinares, com a integração de sistemas energéticos comercializados e inovadores, para tornar a cidade mais autossustentável e amiga do ambiente.

O projeto POCITYF tem a duração de 60 meses, um consórcio de 46 parceiros de 12 países europeus e um investimento total de 22,5M€ (destinado na sua maioria às duas cidades lanterna, Évora e Alkmaar). Évora irá beneficiar de um investimento de 9,8M€ (total dos parceiros que trabalharão para Évora), do qual 8,1M€ será financiamento entregue pela CE.

O Município de Évora irá receber da CE uma verba de 1,15M€, da qual se destina: 488m€ à subcontratação para a instalação de equipamentos a fornecer pelos parceiros; 414m€ a custos diretos com pessoal; 251m€ a outros custos indiretos e diretos.

De forma geral, o POCITYF irá dotar as infraestruturas, tecnologias e serviços (i.e., edifícios, rede, mobilidade elétrica) chave da cidade com camadas de inteligência, gizando o caminho para as tornar mais seguras, verdes e responsivas às necessidades contemporâneas dos seus cidadãos, tecido empresarial e outras organizações.