14 março 2019

No Teatro Garcia de Resende: Câmara dá a conhecer Diagnóstico Juvenil do Concelho

O Teatro Garcia de Resende recebeu ontem (13 de Março), o Fórum Municipal de Juventude, promovido pela Câmara Municipal de Évora, no âmbito do Mês da Juventude, durante o qual foi apresentado o Diagnóstico Juvenil do Concelho.

O Diagnóstico que agora foi apresentado é composto por três volumes que materializam este objetivo. Encontram-se agora disponíveis os dados, recolhidos sob a forma de inquérito, relativos aos alunos do ensino secundário, aos jovens estudantes, trabalhadores e desempregados e aos jovens em Évora dos 15 aos 29 anos.

São abordados temas vários, sempre relacionados com a juventude, como vivem, o que fazem, como são os jovens eborenses, mas também quais são os seus anseios e preocupações.

Preparar um Plano Municipal para a Juventude numa região em que 22% da população tem mais de 65 anos (o dobro da percentagem nacional para a mesma faixa etária), coloca o foco na fixação e atracão de jovens para a nossa cidade. Daqui é possível extrair dados fundamentais para a perceção do que realmente interessa aos jovens, para que se fixem no nosso Concelho. Os dados recolhidos apontam inequivocamente para o emprego.

Este Diagnóstico, efetuado no início de 2018, contou com a colaboração de uma equipa multidisciplinar de investigadores da Universidade de Évora, composta por elementos afetos ao Departamento de Matemática e Centro de Investigação em Matemática e Aplicações e ao Departamento de Sociologia e Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais, que trabalharam em estreita articulação com os técnicos superiores da Divisão de Juventude e Desporto da autarquia.

Os resultados apresentados ontem pelos professores do Departamento de Matemática da Universidade de Évora, Paulo Infante, Anabela Afonso, Gonçalo Jacinto e Rosalina Rocha, Professora do Departamento de Sociologia da mesma Universidade, podem agora ser consultados em http://www.cm-evora.pt/pt/site-viver/desportoejuventude/PMJ

Badajoz e Loures como “case study”

No período da manhã, que antecedeu a apresentação do Diagnóstico, o “Ayuntamiento” de Badajoz e a Câmara Municipal de Loures estiveram em destaque através da apresentação de Boas Práticas na área da Juventude. A sessão de abertura, perante uma plateia de alunos do ensino secundário que encheu por completo o Teatro Garcia de Resende, foi presidida pelo autarca de Évora, Carlos Pinto de Sá, enquanto a vereadora Sara Dimas Fernandes moderou as diversas intervenções.

Os diversos interlúdios artísticos estiveram a cargo dos alunos do curso profissional de artes de espetáculo da Escola Secundária André de Gouveia.

Destaque durante a tarde para a realização de 4 painéis de discussão temática, que contaram com ampla participação dos jovens eborenses. O Fórum culminou então com a apresentação do showcase Valas que animou o final dos trabalhos.