17 abril 2018

Capgemini inaugura Centro de Excelência de Évora

A qualidade dos recursos humanos, a localização estratégica de Portugal, as boas redes de telecomunicações e até mesmo o clima e a segurança são alguns dos motivos apontados pelas empresas, nacionais e internacionais, que optaram por instalar em Portugal centros de competências em tecnologias de informação. Prestam serviços partilhados dentro de grupos, fazem investigação e desenvolvimento, fazem outsourcing de processos, ou de tecnologias.

E porque Portugal apresenta mais vantagens que desvantagens enquanto destino para instalar centros de serviços tecnológicos que a Capgemini decidiu instalar em Évora o seu Centro de Excelência, localizado nas antigas instalações da SOMEFE, cuja cerimónia de inauguração teve lugar esta terça-feira.

A Capgemini Portugal é uma subsidiária do Grupo Capgemini (líder mundial em serviços de consultoria, tecnologia e outsourcing), presente em Portugal há mais de 20 anos e que emprega atualmente cerca de 450 trabalhadores colaboradores. Visando consolidar a sua estratégia mundial de reforçar a sua capacidade de desenvolvimento e inovação na prestação de serviços de Tecnologias de Informação (TI), expandiu a sua presença em Portugal, abrindo um novo espaço em Évora.

A inauguração deste novo espaço ocorre no âmbito de uma parceria estabelecida pela Capgemini, em 2014, com a AICEP e o IEFP, a nível de organismos centrais, e de um forte envolvimento da Câmara Municipal, Universidade de Évora, bem como do PCTA - Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo e de outras entidades regionais. As novas instalações assinalam o início de um novo ciclo de desenvolvimento deste projeto, que lhe irá permitir ganhar uma maior escala, suportando e acolhendo clientes do mundo inteiro em Évora.DSC_0921.jpg

Para o vice-presidente executivo do grupo Capgemini "este investimento expressa a aposta continuada no desenvolvimento do seu negócio em Portugal e estamos certos que representará um importante incentivo para o desenvolvimento e modernização do tecido empresarial e da economia regional".

"Este é um centro de Excelência diferente, porque o nosso objetivo não é competir com os centros já existentes, mas sim garantirmos que em Évora temos um espaço de excelência para receber clientes nacionais e internacionais, onde criamos e desenvolvemos soluções inovadoras, diferenciadoras que respondem às necessidades concretas dos nossos clientes, e que formamos e contribuímos para o desenvolvimento das competências dos nossos colaboradores nas mais variadas áreas, assegurando a sua especialização nas tecnologias mais inovadoras do mercado", frisou ainda Paulo Morgado.

O Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, que se fez acompanhar do vice-presidente da edilidade, João Rodrigues, salientou as excelentes relações institucionais existentes e que contribuíram para a entrada em funcionamento deste Centro. "Julgo que estão reunidas as condições para o crescimento da Capgemini em Évora e que Évora também pode crescer com a presença desta empresa mundial, que oferece emprego qualificado, o que necessitamos para a alteração do perfil económico do concelho", disse.