19 dezembro 2016

Centro Histórico de Évora com montras vivas e grande animação

O Centro Histórico de Évora voltou a ser, pelo segundo ano consecutivo, palco da iniciativa “Évora Solidária – Cidade Viva” que durante todo o dia 17 de Dezembro animou o comércio local.

O Centro Histórico de Évora voltou a ser, pelo segundo ano consecutivo, palco da iniciativa  "Évora Solidária – Cidade Viva" que durante todo o dia 17 de Dezembro animou o comércio local.

Montras decoradas a preceito, onde em vez dos habituais manequins, estavam modelos vivos que primaram pela elegância, beleza e simpatia, surpreenderam os transeuntes e mostraram a qualidade dos produtos do comércio tradicional.

Além disso, vários grupos corais e folclóricos percorreram as ruas do Centro Histórico exibindo a sua arte, não faltando sequer um artífice na Praça de Giraldo mostrando ao vivo o seu talento na criação de chocalhos.

Também o Grupo Motard "O Templo" compareceu à festa, trazendo várias dezenas de membros ao tabuleiro da Praça de Giraldo com as suas motos bastante variadas.

O  Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Évora, Eduardo Luciano, visitou o local, acompanhado pelo administrador do Grupo Diário do Sul, Paulo Piçarra, pelo responsável da empresa Alenstate e pelo Presidente da Entidade regional de Turismo, Ceia da Silva. No final, a comitiva ainda fez uma visita à Praça 1º de Maio onde, no âmbito do Natal Sustentável, o Centro Unesco Aldeia das Ciências dinamiza, em conjunto com diversos parceiros, a iluminação de uma árvore de Natal pela energia obtida com o pedalar de voluntários em bicicletas aí colocadas.

Eduardo Luciano sublinhou a importância dos comerciantes estarem unidos em torno desta proposta comum para atrair clientes, numa iniciativa que contou já com 125 montras e 137 modelos.

"Temos a cidade muito animada, com muita gente a olhar para as montras e espero que entrem e consumam aquilo que necessitem", afirmou o Vereador da Cultura, salientando que "nesta fase em que estamos a ter um crescimento turístico enorme, considerar o Centro Histórico o coração comercial da cidade e reforçar essa nota - o Centro Histórico como o nosso centro comercial - é absolutamente importante".

Ação que é fruto de uma parceria que o autarca destaca, pois "juntar a Câmara Municipal, o Diário do Sul, a Entidade Regional de Turismo, um promotor​ privado e os diversos comerciantes em torno desta iniciativa é absolutamente decisivo para o sucesso".

Veja todas as fotos no facebook/evoranotícias