27 maio 2019

Encontro internacional MUS-E em Évora para partilha de boas práticas educativas

​Um encontro internacional de artistas e docentes MUS-E, no âmbito do Projeto "Arte por la Convivencia", decorre até ao dia 25 de Maio, em Évora. Recorde-se que o Projecto MUS-E tem por objectivo desenvolver as áreas de expressão artística em escolas públicas do 1º ciclo e na educação pré-escolar, sensibilizando as crianças para a fruição da arte e possibilitando-lhes o acesso a formas de expressão e de comunicação diversificadas. As escolas portuguesas onde o MUS-E se desenvolve apoiam comunidades particularmente vulneráveis.

 ​

O projecto iniciou-se, na Suíça, em 1994 e, actualmente, desenvolve-se em 10 países europeus, abrangendo mais de 500 escolas e de 40.000 crianças. Em Évora, desenvolve-se na Escola EB1 da Cruz da Picada e no Jardim de Infância da Cruz da Picada (Agrupamento de Escolas Manuel Ferreira Patrício).

 

"Arte por la Convivencia" tem como entidade coordenadora a Fundación Yehudi Menuhin España e entidades parceiras da Alemanha, Bélgica, Hungria, Itália, Portugal e Suíça. Pode conhecer mais sobre o projecto em http://erasmusplus-arteporlaconvivencia.eu/

 

O presente encontro é organizado pela Associação Yehudi Menuhin Portugal (https://aymp.pt/), em parceria com o Agrupamento de Escolas de Évora Manuel Ferreira Patrício e a Câmara Municipal de Évora. Conta também com o apoio da Universidade de Évora e da Fundação Eugénio de Almeida. Tem o apoio da autarquia, uma vez que se trata de um importante momento em que artistas e docentes conhecem as escolas envolvidas, os contextos e partilham práticas educativas e artísticas de significativo valor para a promoção do sucesso das crianças e alunos envolvidos, mas também das famílias. Para os alunos, são também experiências enriquecedoras, uma vez que nestes encontros têm contacto com pessoas de outros países e de outras culturas, além de fazerem atividades diferentes com artistas desses países.

 

Do programa, que teve início no dia 22 de Maio, constou uma recepção no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Évora para a comitiva, composta por coordenadores locais dos projetos, artistas MUS-e e docentes das escolas MUS-E que participam no projeto.

        

A recebê-los, estiveram os Cantares D'Évora com duas 2 modas, seguindo-se a recepção de boas vindas, marcada por intervenções da Vereadora da Educação, Sara Dimas Fernandes; da Directora do Colégio de Artes da Universidade de Évora (Ana Telles); da representante da Direção da Associação Menuhin (Isabel Bezelga) e do Diretor do Agrupamento de Escolas Manuel Ferreira Patrício (Alexandre Pires).

 

Após a sessão de boas vindas, a comitiva efectuou uma breve visita ao Núcleo Educativo do Alto de S. Bento, seguindo para a Escola Básica da Cruz da Picada, onde docentes, alunos e artistas MUS-E eborenses a receberam. O programa incluiu um beberete, organizado pelo Agrupamento - onde os alunos do curso (CEF) de Cozinha e Restauração da Escola Manuel Ferreira Patrício mostraram o seu saber e talento, servindo os convidados. O mesmo sucedeu mais tarde, ao almoço, no refeitório escolar.

 

Após visita à exposição de trabalhos Emocionarium, tiveram lugar mais apresentações de trabalhos dos alunos: canções e dança e uma sessão de cinema protagonizada pelos alunos, com pipocas e muita animação. Para ajudar neste trabalho, a Câmara de Évora contratou um artista que dinamizou sessões, trabalhando a arte sonora e construindo histórias com as crianças, que incluíram várias formas: dramatizações, leituras, sonoplastia e painéis expositivos, num trabalho articulado que envolveu a Professora da AEC e a psicóloga da escola.

 

O grupo conheceu as instalações escolares da EB Cruz da Picada e assistiu a uma apresentação do Agrupamento de Escolas e do projecto da escola, que decorreu na Biblioteca. Contou ainda com a visita ao bairro, que teve a colaboração da Habévora, para os artistas compreenderem melhor o contexto da escola. No período da tarde, 3 artistas estrangeiros fizeram sessões artísticas com os alunos da EB da Cruz da Picada.

 

No dia 24, foram ao Convento dos Remédios conhecer o Centro da Tradição Oral, tendo depois agendadas sessões formativas na Universidade de Évora e na Fundação Eugénio de Almeida, terminando com uma visita guiada pelo Posto de Turismo à cidade.

m1.JPG m2.JPG m3.JPG m4.JPG m6.JPG m7.JPG m8.JPG m9.JPG m10.JPG m12.JPG m13.JPG m14.JPG m15.JPG m16.JPG m17.JPG m18.JPG m19.JPG m20.JPG m21.JPG m22.JPG m23.JPG m24.JPG m25.JPG m26.JPG m27.JPG m28.JPG m29.JPG m30.JPG m31.JPG m32.JPG m33.JPG m34.JPG m35.JPG m36.JPG m37.JPG m38.JPG m39.JPG m40.JPG m41.JPG m42.JPG m43.JPG m44.JPG m45.JPG m46.JPG m47.JPG m48.JPG

 m49.JPG m50.JPG m51.JPG m52.JPG m53.JPG m54.JPG m56.JPG m57.JPG m58.JPG m59.JPG m60.JPG m61.JPG m62.JPG m63.JPG m64.JPG m65.JPG m66.JPG m67.JPG