13 dezembro 2019

Aberta ao público até 14 de Fevereiro: Exposição PHENOMENA alerta para as alterações climáticas

​Refletir acerca dos efeitos negativos que as alterações climáticas estão a causar no País é o tema da exposição de fotografia Phenomena que foi inaugurada esta quinta-feira (12 de Dezembro de 2019), na Igreja do Salvador, em Évora.

 

Trata-se de uma seleção de 30 fotografias produzidas por fotógrafos amadores e profissionais - de entre as cerca de duas centenas a concurso- que homenageia também um dos mais reputados climatólogos portugueses, o Professor João Corte Real (Universidade de Lisboa e Universidade de Évora) que faleceu em 2018.

 

O concurso e a exposição foram organizados pelo projeto ecoVerney da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, em colaboração com a Câmara Municipal de Évora e a Direção Regional de Cultura do Alentejo, com o apoio da CIMAC, GESAMB, IPF, CCDRA e DELTA-Cafés.

 

A exposição, que tem curadoria das Professoras Maria do Mar, Janine da Silva, Mariana Valente e Maria Ilhéu, estará patente ao público até 14 de Fevereiro de 2020 e seguirá em itinerância pelo Alentejo e, posteriormente, para outros locais do país. 

Francisco Brito obteve o primeiro prémio com a foto "Ninho do Degebe - Casa na Árvore", que faz referência às inundações. Miguel Pereira ganhou o segundo prémio com "A água que esconde", foto que mostra a seca na barragem do Pego do Altar (Alcácer do Sal).

 PH1.JPG PH2.JPG PH3.JPG PH4.JPG PH7.JPG PH8.JPG