13 junho 2019

Feira de S. João anima Évora

​​​A tradicional Feira de S. João, que inclui o Feriado Municipal, irá animar Évora de 21 a 30 de Junho, numa organização da Câmara Municipal de Évora em parceria com inúmeros agentes e instituições do concelho e da região.

Durante 10 dias, o Rossio de S. Brás transforma-se em local de romaria da população eborense e de milhares de forasteiros que procuram nesta feira franca momentos de lazer e de diversão, com os diversos agentes envolvidos a aproveitar o certame para dar conhecer o seu trabalho ou negócio.

No dia de abertura, dia 21, pelas 18h00, destaque para a sessão de abertura oficial da feira a ter lugar no Pavilhão Municipal, seguindo-se a inauguração das exposições de fotografia e multimédia "ÉVORA, URBE ÁUREA", organizada pela Camara Municipal de Évora, das exposições comemorativas dos centenários do Grupo Pró-Évora e da Escola Secundária Gabriel Pereira e a inauguração da exposição das Freguesias.

Neste dia, destaque ainda, pelas 19h30, para o espetáculo, no Parque Infantil, "Évora, museu vivido" - Espetáculo de abertura do Espaço Criança, com a participação: 3.º e 4.º B da EB dos Canaviais | 4.º A da EB S. Mamede | Associação Filarmónica Liberalitas Julia | Centro de Atividade Infantil de Évora | Creche e Jardim de Infância Coopberço | Creche e Jardim de Infância "O Casulo"| Jardim Infantil N. Sra. da Piedade.

De resto, o certame, como é habitual, possui um vasto programa que poderá ser consultado em: http://www.cm-evora.pt/pt/agendacultural/Paginas/FEIRA-DE-S--JO%C3%83O-2019.aspx. No capítulo desportivo, há a registar a realização do tradicional Grande Prémio de S. João, agendado, para o dia 22 (sábado), cuja particularidade é realizar-se a partir das 19h30.

Outro dos pontos altos da Feira de S. João é o já tradicional desfile de Marchas Populares, que terá lugar no dia de S. João, pelas 20h30, com a participação de instituições da área educativa, social e cultural.

O palco principal da feira volta a apresentar este ano um cartaz diversificado, destacando-se Ana Moura, Resistência, Pedro Calado, Dino d'Santiago, Encontro de Etnografia e Folclore, entre outros, sempre a partir das 22h00.

O certame deste ano associa-se ainda ao cinquentenário do jornal Diário do Sul, com a colocação de 50 lonas, espalhadas pelo recinto, alusivas a 50 capas – uma por ano – deste periódico.