11 março 2019

Iniciativa Km0 promove restauração de qualidade baseada em produtos regionais

A iniciativa km0 foi lançada oficialmente no concelho de Évora, na passada sexta-feira, 8 de março, numa cerimónia que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na Câmara Municipal, onde foi assinado o protocolo de parceria entre as 8 entidades envolvidas.

O conceito tem origem em Itália, através do movimento "slow food" (comida lenta), e preconiza "uma restauração de qualidade, baseada em produtos da região e na sua sazonalidade" contribuindo para reforçar "a identidade com ligação à história e cultura locais", anunciou Teresa Pinto Correia, diretora do ICAAM – Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (Universidade de Évora), uma das entidades gestoras do projeto.

Carlos Pinto de Sá, Presidente da Câmara Municipal de Évora, uma das instituições parceiras do Km0, sublinhou a cooperação entre os 8 parceiros deste projeto. O autarca deixou ainda o alerta para a necessidade de revisão dos mecanismos de contratação pública que, caso contrário, podem constituir um obstáculo à implementação da iniciativa em escolas, universidades e, em geral, no setor público.

DSC_0318.JPG 

Até este momento, estão envolvidas na implementação do Km0 as seguintes entidades: Universidade de Évora, Associação Comercial do Distrito de Évora, Turismo do Alentejo, Câmara Municipal de Évora, Fundação Alentejo, GESAMB, "Slow Food" Alentejo e Centro de Formação Profissional do IEFP, podendo vir a ser envolvidas outras entidades que se mostrem interessadas na promoção do conceito.

O desenvolvimento da economia local, o estímulo da produção familiar local e o consequente aumento do consumo desses produtos ao longo das estações do ano são alguns objetivos que se pretendem concretizar. A estas medidas, juntam-se as preocupações com a necessidade em diminuir a pegada ecológica alimentar, a redução do grau de dependência alimentar externa bem como a preservação das variedades locais e regionais.

A propósito, refira-se que a edilidade eborense está a desenvolver, em conjunto com as juntas de freguesia urbanas, o conceito dos "Circuitos Curtos de Comercialização de Produtos Agroalimentares". Em resultado, várias escolas estão já a ser abastecidas pelos produtores locais, proporcionando o consumo de produtos mais saudáveis e frescos.

Assinado o protocolo, os operadores da cadeia de valor interessados em participar na iniciativa Km0 - produtores, transformadores, lojas e restauração – dão agora início ao processo de certificação e passarão a utilizar a marca Km0, obtendo desta forma uma maior visibilidade e diferenciação junto dos consumidores.

No âmbito deste processo, compete à Câmara de Évora a certificação dos produtores de hortofrutícolas, carne e ovos do concelho, não implicando para os mesmos quaisquer custos, sendo estes, para já, garantidos pelo município.

Os agentes da cadeia de valor que pretendam aderir ao Km0, poderão contactar qualquer uma das entidades signatárias do protocolo ou contactar a parceria através do mail: km0alentejo@uevora.pt

Mais informações em www.km0alentejo

km0(2)-fundo-transparente.png