14 julho 2014

Eleitos e técnicos conheceram situação de Nossa Senhora de Machede

Câmara de Évora prossegue iniciativa Pelos Caminhos do Concelho

​A Câmara Municipal de Évora, no âmbito da iniciativa Pelos Caminhos do Concelho - Ao Encontro das Populações, estev​e este sábado, dia 12, na Freguesia de Nossa Senhora de Machede para contactar com a população e​ instituições.

O programa da visita dos eleitos e técnicos municipais iniciou-se junto ao Castelo de Valongo, onde os aguardavam o Presidente da Junta de Freguesia, Ezequias Romão e diversos representantes das instituições de Nª Sª de Machede, tendo depois seguido para uma reunião com a população de S. Vicente de Valongo em que avaliaram as principais necessidades daquela localidade.

​A concentração ocorreu no Centro de Convívio local que também funciona como posto médico. O Presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá, explicou o principal objectivo desta deslocação, que visa concretamente conhecer os problemas das populações e garantir formas de ajudar a solucioná-los de acordo com os recursos existentes, e escutou as preocupações dos moradores.

Falta de rede de telemóvel, o estado da estrada, a colocação de algum equipamento no parque infantil ao lado do Centro Comunitário e a pavimentação de um pequeno largo junto a um café local foram as principais necessidades expressas pela população.

Seguiu-se o regresso para Nossa Senhora de Machede e a visita pela freguesia. A primeira paragem foi o Centro Comunitário (antiga escola) que acolhe atualmente o Grupo de Jovens e as Atividades de Tempos Livres (ATL), cujo edifício necessita de algumas reparações ao nível da caixilharia de janelas e melhoria do piso, bem como algum material de trabalho para as crianças.

Prosseguiram depois para a Associação para o Desenvolvimento e Bem-Estar de Nª Sª de Machede, presidida por José Bernardino Prates, que explicou o funcionamento desta. O espaço acolhe 15 idosos, estando nos planos da Direção a sua ampliação, tendo já terreno, projeto elaborado, faltando somente o financiamento, sendo que atualmente estão suspensas as comparticipações da Segurança Social para este tipo de projetos.

Uma visita ao recinto das festas, à União Desportiva Machedense, à Estação e à zona prevista para o loteamento industrial (que comporta 12 lotes) fez também parte do circuito, que culminou nas instalações da Casa do Povo, tendo por guia o Presidente da Direcção, Elói Padeiro. O edifício acolhe a Banda Filarmónica da Casa do Povo de Nª Sª de Machede, com salas para ensaios e ensino de música, cujo Diretor é Luís Coelho, também membro do Grupo de Jovens. Além desta finalidade, no local funciona igualmente o gabinete médico e uma biblioteca, bem como uma sala de espetáculos, onde decorreu a reunião com a população.

A reunião, que incluiu a colocação de diversas questões pela população às quais os eleitos procuraram responder, contou também com uma intervenção do Presidente da Câmara Municipal. O autarca explicou novamente os principais objetivos da visita e colocou a população a par da difícil situação financeira municipal e do trabalho que têm vindo a realizar, apesar de tal desta.

Deu exemplo de alguns assuntos complexos que estão a procurar solucionar, caso da questão das Águas do Centro Alentejo, da renegociação já concluída na área dos transportes públicos urbanos (que permite poupar uma significativa verba à autarquia) e da questão da Educação em que o Estado central transferiu para o Município os funcionários e agora não acompanha com as verbas suficientes.

Ciente das dificuldades, a autarquia não baixa os braços e prossegue na busca de soluções, as quais passam muitas vezes por parcerias, sendo exemplo, entre outros, o novo programa cultural Cenas ao Sul e a Volta ao Alentejo em Bicicleta.

 

​