11 abril 2016

Numa reflexão sobre crianças e jovens em risco: Élia Mira apela ao direito a uma habitação condigna

​A Vice-presidente da Câmara Municipal de Évora, Élia Mira, destacou, esta segunda-feira de manhã, no auditório da CCDRA, a importância de se resolver o mais rapidamente possível a questão da pobreza como forma de se combater a exclusão social e, por via deste flagelo, evitar colocar crianças e jovens em risco.

 

A ​autarca de Évora, que foi um dos oradores convidados para o Encontro Regional das CPCJ's da Região Sul, que decorre hoje em Évora, lembrou ainda a necessidade de procurar mecanismos que garantam o acesso a uma habitação condigna.

 

"À Câmara de Évora chegam, diariamente, relatos dramáticos sobre locais onde há crianças a residir e que não cumprem minimamente, muito longe disso, as condições mínimas de habitabilidade".

 

"Todas as crianças têm direito a uma habitação condigna pois só dessa forma poderão fazer a sua higiene, a sua alimentação e podem ir para a escola em condições de obter sucesso. Se conseguirmos atenuar este problema estou certa de que o número das crianças e jovens em risco será reduzido", disse ainda.

 

Na presença do Presidente da Comissão da Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, Armando Leandro, a vice-presidente da edilidade eborense, Élia Mira, elencou ainda o combate ao emprego precário como uma das prioridades nacionais.

 

"Sistema de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens: Uma Reflexão" é o mote deste encontro que reúne em Évora representantes das diversas comissões de proteção de crianças e jovens localizadas a sul do rio Tejo.

CP1.jpg Cp2.jpg