16 maio 2016

Câmara Municipal de Évora assinala o Dia Internacional dos Museus: Abertura do novo Núcleo Interpretativo do Megalitismo

​Assinalando a comemoração do Dia Internacional dos Museus, a Câmara Municipal de Évora está a preparar um conjunto de iniciativas para o  dia 18 de Maio, em que se inclui a abertura do novo Núcleo Interpretativo do Megalitismo no Convento dos Remédios.

Assim, durante a manhã e início da tarde, a Unidade Museológica CEA irá realizar um peddy paper com a temática A Descoberta do Património da Água cujo objetivo é dar a conhecer, às crianças de idade pré-escolar, a rede de antigos imóveis hidráulicos responsáveis pelo abastecimento de água na zona do Centro Histórico.

Pelas 18h30, será inaugurado o novo Núcleo Interpretativo do Megalitismo sedeado no Convento dos Remédios.

O território dos arredores da cidade de Évora integra um conjunto de monumentos megalíticos excecionais, constituindo, no âmbito do património arqueológico rural, o tema mais relevante em termos de turismo cultural. Monumentos como o recinto megalítico dos Almendres ou a Anta Grande do Zambujeiro, por exemplo, dos mais visitados, destacam-se no panorama megalítico da Península Ibérica e colocam a região de Évora entre as mais importantes paisagens megalíticas europeias.

A remodelação do núcleo expositivo permanente passa, para além da manutenção dos conteúdos científicos já existentes, pela inclusão de informação referente à realidade específica do fenómeno megalítico concelhio, reforçada por novas espécies museológicas e novos meios de exposição interativa que vão ao encontro de um crescente interesse por parte do público. Esta renovação resulta de um trabalho conjunto e multidisciplinar entre a Câmara Municipal de Évora, Direção Regional de Cultura do Alentejo e do Laboratório de Arqueologia Pinto Monteiro da Universidade de Évora. O novo núcleo irá contar também com espécies museológicas cedidas pelo Museu de Évora.

Finalmente será ainda apresentado o trabalho em curso de incorporação, na Câmara Municipal de Évora, da coleção antiga da Tipografia Nova doada por José Luís Correia Louro, bem como do projeto Diário Tipográfico que visa o estudo, investigação e contextualização das Artes Tipográficas em Évora nos séculos XIX-XXI, cuja conclusão se aponta para o próximo ano de 2017.

As ações referidas, para além de assinalarem o Dia Internacional dos Museus, integram-se no Programa Museológico Municipal que tem vindo a ser implementado e que corresponde à criação de uma estrutura museológica polinucleada que identifique e restitua à população local o património natural e histórico-cultural do Concelho. Esta estrutura será constituída por vários polos museológicos que irão funcionar como centros de interpretação do Concelho, nas vertentes social, económica e cultural. O núcleo central, designado por Museu Municipal, estará sediado no Convento dos Remédios, estabelecendo-se a partir daí um conjunto de percursos pelos vários locais do Concelho, levando o visitante à observação em cada um dos polos. Desta forma descentralizada, se privilegia a preservação dos monumentos nos respetivos locais.

megalit.jpg