14 dezembro 2017

Natal no Convento ’17 evocou a tradição

Canto polifónico, cante alentejano, poesia, literatura de tradição oral, narrações, provas de doçaria, licores tradicionais, muito testemunho e troca de conhecimentos sobre tradições populares. Foi assim o Natal no Convento.

A Câmara Municipal de Évora, com o apoio do Conservatório Regional de Évora – Eborae Música, a Confraria da Moenga e o Grupo Coral Cantares de Évora, fez reviver as tradições populares ligadas ao Natal.

O desafio de aprofundar o conhecimento sobre o sentido e as vivências das tradições natalícias foi plenamente conseguido com o Natal no Convento '17, que juntou a arte e tradição popular ao espírito do Natal clássico.

A iniciativa teve enquadramento nos objetivos estratégicos do Centro de Recursos da Tradição Oral, um projeto municipal criado em 2014, resultado da dinâmica do Projeto Europeu "Oralidades", e que tem como missão realizar recolhas das diferentes tradições e costumes ainda presentes nas memórias dos habitantes do Concelho, com vista à construção e preservação da memória, da partilha e da identidade.

O espaço escolhido, o Convento dos Remédios, é o núcleo central do que a Câmara designou por Museu Polinucleado: um programa municipal que corresponde a uma estrutura organizada de forma integrada e funcional, que envolve diversas unidades museológicas localizadas em pontos distintos, que no seu conjunto se pretende que venham a funcionar como centro interpretativo do Concelho de Évora nas vertentes social, económica e cultural. O Natal no Convento '17 enquadrou-se no programa referido, do qual fazem também parte as duas exposições que podem ser visitadas no Convento dos Remédios: "Évora – Núcleo Interpretativo do Megalitismo" e "O Centro Histórico de Évora e as Artes do Trabalho – 1930 / 1960".

Esteve presente o Vereador do Pelouro da Cultura, Eduardo Luciano, que deu as boas vindas aos presentes, tendo agradecido a participação do Grupo Coral Cantares do Alentejo, Coro do Eborae Música, Confraria da Moenga e ainda do Sr. Padre Fernando Marques, que abordou a temática do Natal no âmbito das tradições religiosas.