12 fevereiro 2015

Novas regras de trânsito na Vista Alegre foram avaliadas pela população local

A reunião decorreu dia 11 de Fevereiro, na sede da Junta de Freguesia da Malagueira.

​As alterações de trânsito na zona da Vista Alegre em Évora foram avaliadas pela população, numa reunião aberta em que participaram cerca de meia centena de pessoas, o Presidente da Junta de Freguesia da Malagueira, José Russo, e o Vereador responsável pelo pelouro do trânsito na Câmara Municipal de Évora, João Rodrigues.

A reunião decorreu ontem à noite, 11 de Fevereiro, durante cerca de duas horas, na sede da Junta de Freguesia da Malagueira, tendo registado uma elevada participação dos cidadãos presentes. O Vereador João Rodrigues sublinhou, na sua intervenção inicial, que aquando da decisão das alterações de trânsito naquela zona da cidade, tinha ficado prevista uma posterior avaliação conjunta com os interessados, o que propunha agora fazer, volvido quase um mês de aplicação das novas regras de trânsito.

 Em análise estiveram as regras de circulação aplicadas, desde 19 de janeiro deste ano,  a 3 artérias da zona da Vista alegre: Av. Arquitetos Torralvas,  Av. Arquitetos Arruda e Av. Batalha do Salado.

No que se refere às primeiras duas artérias a avaliação dos presentes foi elogiosa, tendo alguns referido que se trata de medidas há muito solicitadas e muito bem recebidas. No caso da Av. Batalha do Salado, a quase totalidade dos cidadãos participantes nesta reunião manifestou-se discordante da fórmula encontrada. Reconhecendo o problema do ruído, expressaram preferência por outras soluções.

Depois de todos os cidadãos interessados terem exposto, com grande civismo, os seus pontos de vista, o vereador João Rodrigues comprometeu-se com uma decisão a tomar pela CME, a anunciar muito brevemente, que tome em conta todos os contributos expressos nesta reunião, bem como os transmitidos por outros munícipes não presentes.

Adiantou ainda o Vereador João Rodrigues que a solução que vier a ser tomada conhecerá um novo período experimental, após o que voltará a ser avaliada.

A via do diálogo com a população, para a construção de decisões promotoras da qualidade de vida e do bem estar social em Évora, foi defendida pelos autarcas presentes, como a mais adequada para a gestão da cidade.