07 julho 2020

Oficinas do programa Artes à Escola decorrem na Ludoteca de Évora

Iniciaram-se a 4 de Julho as oficinas lúdico-pedagógicas do programa Artes à Escola no espaço exterior da Ludoteca de Évora. Destinam-se a todas as crianças entre os 6 e os 10 anos e prolongam-se durante todos os fins-de-semana de Julho e Agosto.

 

Música, artes plásticas e dança foram as propostas oferecidas pelos artistas Tó Zé Bexiga, Ricardo Falcão, Nuno Zúninga, Chissangue Afonso, Anabela Calatróia e Eliete Santos neste fim-de-semana de abertura. Consulte o programa completo em https://bit.ly/3e1jnCP e veja aqui onde inscrever os mais novos.  

Cumprindo com todas as regras de segurança, estas oficinas procuram ser uma resposta social, cultural e educativa para as famílias, no atual contexto de pandemia. As atividades reforçam a noção de união com regras de segurança para todos, representando oportunidades artísticas, culturais e sociais num espaço exterior, com propostas de atividades adequadas à atual situação e à necessidade das crianças usufruírem de atividades lúdicas nas suas férias.

Recorde-se que o programa Artes à Escola previa a realização de diversos espetáculos e oficinas durante o ano letivo que, com o fecho das escolas, não se conseguiram concretizar. Para fazer face a esta situação, a Câmara Municipal de Évora decidiu realizar agora estas oficinas uma vez que muitas famílias sentem necessidade de que os seus filhos façam atividades fora de casa para contrariar o impacto deste isolamento social nas crianças, com consequências ao nível do seu bem-estar e da sua saúde mental. A iniciativa é também fundamental para os agentes culturais que viram a sua atividade substancialmente reduzida nos últimos meses.

Para a segurança dos mais pequenos, a Autarquia criou as seguintes regras de segurança: limitar o número de participantes a 10 crianças com idades entre os 6 e os 10 anos; realizar todas as oficinas no espaço exterior da Ludoteca; bloquear o acesso aos brinquedos do parque, colocando uma vedação que impeça a dispersão e acesso aos mesmos; colocar desinfetante em sapatos e mãos na entrada norte do parque; fazer inscrições por via digital; contactar a Administração Regional de Saúde para se juntar à Autarquia na abordagem pedagógica aos novos cuidados a ter, comportamentos e regras; e cada criança ter o seu espaço de atividade, uma mesa e um conjunto de materiais para si, e praticar o distanciamento de 3 metros entre cada participante.