31 outubro 2019

Os Factos e a Verdade

1.    Ultrapassada a "falência técnica" e o descalabro deixados pela gestão PS, a proposta de Opções do Plano e Orçamento Municipal para 2020 (OP/OM/2020) assegura um significativo ao aumento do investimento e de outros projectos essenciais à população e ao desenvolvimento do concelho de Évora.

A título de exemplo: requalificação e reequipamento das Escolas; projectos de combate às alterações climáticas e preservação ambiental; construção de Centros de Convívio para reformados em S. Miguel de Machede, Horta das Figueiras e Br.Stº António; requalificação do Teatro Garcia de Resende; novo Salão Central.

2.    A Direcção do PS local, olhando apenas os interesses partidários, aposta em inviabilizar o Orçamento Municipal para dificultar ou mesmo impedir aqueles e outros investimentos e projetos que as populações há muito anseiam. Lembre-se o caso do Salão Central cujo início da obra foi várias vezes anunciado (até com painéis no local) por anteriores Câmaras de gestão PS, sempre em véspera de eleições, como em 2009!

3.    Os factos:

  • Honrando os compromissos, a Câmara Municipal tem em curso todas as acções acordadas com o PS local para 2019;
  • As forças políticas foram convidadas, em reunião de Câmara, para, querendo, apresentar propostas para as OP/OM/2020;
  • As forças políticas foram convidadas para reuniões onde foram apresentadas as principais linhas das OP/OM/2020 e solicitadas propostas e condições para viabilizar aqueles documentos. A reunião com o PS realizou-se a 8/10/2019;
  • Até 25/10/19, o PS nada tinha dito. Nessa data, fizemos um contacto tendo sido informados que ainda não havia decisões;
  • Até 28/10/19, o PS nada tinha dito. Voltámos a contactar e propusemos reunir a 29/10, tendo sido informados que a reunião só seria possível a 30/10, o que aceitámos de imediato;
  • Em 30/10/19, o PS não apresentou qualquer proposta ou condição;
  • Por lei, até 31/10, a proposta de OP/OM/2020 tem que ser entregue à Assembleia Municipal (AM). Assim, em reunião extraordinária 30/10, a Câmara Municipal aprovou, com votos contra de PS e PSD, aquela proposta. Nessa reunião, e não se conhecendo ainda o sentido de voto, o Presidente da CM manifestou a disponibilidade para dialogar e alterar a proposta de OP/OM/2020, nos prazos compatíveis com a reunião da AM.

4.    A verdade é que a Direcção do PS local procura argumentos – que não tem! – para obstaculizar os investimentos, os projectos, a dinâmica económica, cultural e social, a recuperação do prestígio nacional e internacional que a Câmara Municipal tem conseguido e vai prosseguir.

A verdade é que a Direcção do PS local não quer dialogar nem negociar mas lançar um processo permanente de guerrilha partidária sem preocupação pelos interesses da população e do concelho

5.    Da nossa parte, com serenidade e seriedade, mantemos a disponibilidade de, pelo diálogo e negociação com todos, conseguir Opções do Plano e Orçamento para 2020 que sirvam a população e Évora.

O Presidente da CM Évora.

31/10/2019