07 junho 2018

Em reunião pública de 6 de Junho: Câmara de Évora ratificou protocolo com município espanhol

​A​ Câmara Municipal de Évora aprovou por unanimidade a ratificação de um protocolo de cooperação no domínio artístico com o Município de Villafranca de Los Barros (Espanha). O protocolo foi assinado recentemente pelos dois Vereadores da Cultura aquando da realização do XXI Certame Internacional de Jovens Interpretes "Pedro Bote".

 

De entre um conjunto variado de propostas aprovadas por unanimidade, destaca-se uma alteração ao Loteamento Municipal no Parque Industrial e Tecnológico de Évora. Esta decisão técnica, a primeira de um grupo de quatro, visa adequar os índices de construção em vigor nos diversos loteamentos às normas vigentes. O documento aprovado segue agora para consulta pública.

 

No Período Antes da Ordem do Dia, o Presidente do Município, Carlos Pinto de Sá, deixou algumas notas sobre o dinamismo de Évora, quer no campo económico, quer cultural e turístico, com a realização de diversos eventos em que a autarquia é parceira. Respondeu a um conjunto de questões colocadas pelos Vereadores da oposição. Questões como a recepção aos alunos e professores da Escola Secundária da André de Gouveia do Curso Profissional de Artes, reprogramação dos fundos comunitários, limpeza da Ecopista, obras na Porta da Traição, campanha de recolha de dejectos caninos e cortes no fornecimento de água à freguesia de Canaviais, entre outras.

 

No que concerne aos Canaviais, Carlos Pinto de Sá informou que a Câmara tem acompanhado atentamente a situação e chamado a atenção da empresa Águas de Vale do Tejo para a necessidade urgente de substituição da conduta, uma vez que aquela é muito antiga e está bastante deteriorada.

 

Esclareceu ainda que há dois tipos de contrato no domínio da água em Évora: um de concessão das infraestruturas, cuja gestão foi dada há alguns anos ao Governo que por sua vez a entregou às Águas de Portugal. Neste, o Município de Évora agora não tem qualquer poder de intervenção, apesar de ter vindo a solicitar reiteradamente a devolução da concessão e com ela das suas competências nesta matéria para poder agir em defesa das populações, até agora sem resposta positiva. Outro contrato é de fornecimento de água entre a autarquia e a empresa Águas de Vale do Tejo.

Relativamente ao mais recente corte de água, o Vereador do Pelouro, João Rodrigues, informou ainda que a rotura foi no emissor de esgoto, não na conduta de água, mas que os serviços camarários foram obrigados a cortar a água para ser efectuada a reparação.

 

A reunião foi ainda marcada pela entrega de um folheto a toda a Câmara por parte de um grupo de cidadãos que organizou nessa tarde na Praça de Sertório a vigília de solidariedade "Por uma Palestina Livre", cujo porta-voz foi o investigador e Professor Jubilado da Universidade de Évora, Adel Sidarus.

 

Ficou agendada uma reunião pública extraordinária de Câmara para o dia 11 de Junho (segunda-feira), a partir das 14:30 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Évora. Os temas a tratar são a Prestação de Contas e a situação dos terrenos junto às Portas de Avis.

RPC 06 Junh18.jpg