20 fevereiro 2020

Em reunião pública de 12 de Fevereiro de 2020: Câmara de Évora valoriza premiação do projecto myBUILDINGisGREEN

​​O projecto europeu myBUILDINGisGREEN, que está a ser implementado na Escola Básica da Horta das Figueiras/Évora, obteve o prémio nacional de sustentabilidade, que concede a empresa espanhola de comunicação 'El Suplemento'. Uma notícia transmitida pela Vereadora da Educação do Município de Évora, Sara Dimas Fernandes, e que regozijou todo o Executivo, uma vez que distingue o trabalho de melhoria das condições do edifício da escola eborense.

 

Saliente-se que o referido projecto, com duração de quatro anos, visa através de soluções naturais, adaptar edifícios às alterações climáticas, melhorando a qualidade do ar e o conforto nestes. Tem como coordenador o Real Jardín Botánico (Madrid) e como participantes o Centro de Tecnologia CARTIF (Valladolid), a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central - em colaboração com a Câmara Municipal de Évora -  a Câmara do Porto, a Administração Provincial de Badajoz e o Instituto de Ciências da Construção Eduardo Torroja.

 

O mencionado prémio será entregue na 9ª Edição dos Prémios Nacionais "El Suplemento", que terá lugar no dia 27 de Março de 2020, em Madrid. Com este galardão, a empresa procura que o público (re)conheça o trabalho meritório e projectos que realizam empresas e profissionais em diversas áreas, nomeadamente científica, artística e desportiva.

 

O Vereador da Cultura do Município de Évora, Eduardo Luciano, falou da Rede de Museus de Évora (fruto de parceria entre diversas entidades, entre elas a Câmara de Évora) e das mais recentes novidades, nomeadamente em termos de bilhética. Através do Évora Ticket, por um valor fixo é possível visitar vários espaços emblemáticos do Centro Histórico. Pode ser adquirido no Posto de Turismo, em cada um dos locais incluídos na Rede de Museus e on-line.

 

O Vereador Alexandre Varela, responsável pelo Pelouro da Higiene Pública, informou que se iniciou no Município a recolha selectiva de resíduos orgânicos (que serão transformados em composto para a agricultura) reduzindo assim o volume de lixos indiferenciados que vai para os contentores, o que permite uma maior sustentabilidade ambiental, para além possibilitar à autarquia uma redução no pagamento da factura destes resíduos.

 

De entre um conjunto variado de propostas para deliberação, destaca-se ainda a aprovação por unanimidade da abertura do Programa Casa Caiada, cujo prazo para as inscrições decorrerá após a publicação do respectivo edital e até 30 de Junho de 2020.

 

Recorde-se que programa municipal incide em todo o Centro Histórico e área de proteção à muralha. Abrange prédios de habitação ou mistos dos próprios ou arrendados, podendo candidatar-se proprietários, senhorios e inquilinos. Para mais informações e inscrições, os interessados devem dirigir-se à Divisão de Cultura e Património da Câmara Municipal de Évora/Paços do Concelho.

RPC 12 02 2020.jpg