27 março 2018

Reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil e da Defesa da Floresta Contra Incêndios de Évora

​A Comissão Municipal de Proteção Civil e a Comissão Municipal da Defesa da Floresta Contra Incêndios de Évora reuniram no dia 23 de Março, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O Comandante Operacional do Serviço Municipal de Proteção Civil de Évora, Joaquim Piteira, coordenou os trabalhos, tendo o primeiro ponto em debate sido a apresentação do Plano Operacional Municipal/2018 (POM2018) que mereceu aprovação unânime.

Seguiu-se o ponto da situação acerca do trabalho desenvolvido pelas várias entidades no âmbito da Gestão de Combustível tendo em conta as novas regras para o ano de 2018. Representantes do Município de Évora, GNR, PSP, EDP foram alguns dos intervenientes e que informaram a Comissão do trabalho que está a ser desenvolvido e das dificuldades sentidas.

O ponto seguinte incidiu numa apresentação do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora sobre Questões de Planeamento e Sensibilização de Emergência e Segurança Contra Incêndios em Edifícios feita pela 2ª Comandante Distrital de Operações de Socorro de Évora da Autoridade Nacional de Proteção Civil. Houve também intervenções sobre esta temática, nomeadamente por parte do representante da Escola Secundária Severim de Faria, Autoridade de Saúde Pública e Presidente da Junta de Freguesia de S. Bento do Mato, que demonstraram a sua preocupação e que o CDOS de Evora se disponibilizou para esclarecer através do seu técnico na área da segurança contra incêndios em edifícios.

Foi feito o balanço das ocorrências na área da Proteção Civil em 2017 e nos primeiros meses de 2018 em Évora pelo Comandante Municipal Joaquim Piteira que falou também do Programa Local preparado para assinalar o Mês da Proteção Civil que decorre no corrente mês de Março e engloba mais de 30 ações e 20 entidades parceiras envolvidas.

A apresentação do Programa Local de Proteção Civil Preventiva e do Guia do Cidadão Agente da Proteção Civil (com medidas de autoproteção para o cidadão referentes a vários riscos e como elaborar um Plano Familiar de Emergência) foram outros dos assuntos tratados. Estes documentos serão publicados on-line e divulgados junto dos órgãos de comunicação social e por todas as entidades e serviços ligados à Proteção Civil Municipal, até ao inicio de Abril, de forma a estarem de acessíveis à população.

Falou-se ainda das Equipas de Apoio Psicossocial em Crise de âmbito Municipal, do Serviço Municipal de Proteção Civil de Évora, tendo sido feito o respectivo ponto de situação quanto á formação e à sua entrada em funcionamento. Foi efetuado o ponto de situação do seu funcionamento e dado a conhecer o resumo do relatório de avaliação referente à sua ativação em fevereiro de 2018.

Por fim, foi feito o ponto de situação em relação ao Plano Contingência para Pessoas sem Abrigo/Tempo Frio e apresentado o relatório de avaliação da sua ativação. Saliente-se que o Serviço Municipal de Proteção Civil em conjunto com a Unidade de Rede para os Sem Abrigo ativou o referido Plano entre 5 e 8 de fevereiro, aquando da vaga de Tempo Frio. Havia 27 pessoas identificadas, tendo sido prestada assistência a 11 pessoas previamente sinalizadas em sete localizações, 3 pessoas não sinalizadas (centro de acolhimento de emergência) e 60 pessoas de etnia cigana em 5 localizações. Foram ainda feitos 3 encaminhamentos para integração, distribuídas refeições, cobertores, vestuário e alimentos. DSC_0001.jpg DSC_0005.jpg DSC_0010.jpg DSC_0012.jpg