30 outubro 2018

Seminário Cuidar do Eu, do Outro e do Tempo

O seminário “Cuidar do Eu, do Outro e do Tempo”, incluído no conjunto de atividades organizadas pela Câmara Municipal de Évora no âmbito do “Mês Maior 2018”, decorreu no dia 25 de outubro, no Évorahotel.
Na sessão de abertura, a Vereadora do Pelouro da Intervenção Social, Sara Dimas Fernandes, deixou palavras de agradecimento a todos os participantes e oradores das diferentes sessões, referindo que a temática do envelhecimento tem duas problemáticas fundamentais com que nos devemos preocupar, “uma relacionada com a perda de capacidades inerentes à idade”, e a outra relacionada “com os problemas económicos, que levam a dificuldades como o acesso a cuidados de saúde, à justiça, etc”. A vereadora frisou também a importância do Programa Municipal de Envelhecimento Positivo, que visa combater o isolamento e a exclusão social dos seniores, e que já conta com algumas iniciativas, como o Cartão Social do Munícipe. Explicou ainda que a autarquia eborense prevê, nos próximos anos, continuar a aumentar o leque de iniciativas que ajude a população sénior do Concelho. 
Os trabalhos deste seminário a foram conduzidos pela Presidente da Direção da Delegação de Évora da Associação de Solidariedade Social dos Professores (ASSP), Isabel Fernandes, que se congratulou por ser já a terceira vez que se realiza este seminário, este ano subordinado ao tema - O património somos nós.
Esteve também presente a Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central, Laurência Gemito, que manifestou a sua concordância com a escolha do tema do seminário, sublinhado que efetivamente “todas as pessoas são um tesouro e realmente são património”. 
Seguiu-se uma conversa com o Professor Galopim de Carvalho (Professor Catedrático aposentado), que deslumbrou a plateia com a sua extraordinária história de vida e exemplo de envelhecimento positivo. Depois desta sessão, foi feita a apresentação da Oficina Social “Repara”, projeto promovido pelas Uniões de Freguesia Urbanas - União das Freguesias de Évora, Malagueira e Horta das Figueiras e Bacelo e Srª da Saúde – pela voz de Gertrudes Pastor, presidente desta última. Para finalizar as atividades da manhã, falou o psiquiatra João Albuquerque sobre “Saúde Mental como Património Individual”.
A manhã contou ainda com alguma animação cultural, através do Cante Alentejano Intergeracional, pelo Centro de Convívio da Rua do Fragoso e pelo Centro de Atividade Infantil de Évora (CAIE). 
Da parte da tarde realizaram-se vários ateliers, de zumba, de pilates, de hidroginástica, de auto maquilhagem e de atividade física, nos quais cada participante pôde participar.
No final do dia, para encerramento das atividades, houve uma sessão de animação musical com o Grupo Instrumental de Acordeões da ARPIC (Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos dos Canaviais) e lanche.
Este terceiro seminário foi organizado em parceria pela Câmara Municipal de Évora, pela ARS Alentejo, ACES Alentejo Central, Unidade de Cuidados da Comunidade de Évora, com o apoio da Fundação Eugénio de Almeida, ASSP, Escola Profissional/EPRAL, CAIE, Agrupamento de Escolas Gabriel Pereira e Évora Hotel, local onde se realizou o seminário.​

Para ver mais fotografias, clique em https://bit.ly/2ERIZG2.​