14 dezembro 2016

Sensibilização para empregabilidade dos formandos da Severim de Faria

​​A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Évora, Élia Mira, participou no fórum "Escola, Comunidade Social & Empregabilidade" que decorreu no dia 13 de Dezembro, na Escola Secundária Severim de Faria.

F5.jpgTeve como principal objectivo sensibilizar a comunidade social para a importância da empregabilidade dos jovens formados nesta escola que serão no futuro uma mais-valia para as instituições sociais da região.

O evento foi organizado pelo Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial da Escola Secundária Severim de Faria, em parceria com a Câmara Municipal Évora, o  Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Fundação Eugénio de Almeida.

A Vice-Presidente interveio na abertura dos trabalhos para felicitar pela organização do fórum e salientar a importância da ligação da escola à comunidade. Realçou a qualidade do trabalho desenvolvido pela Severim de Faria, nomeadamente a preparação dos jovens tanto para o mercado de trabalho como para a universidade.

F1.jpg Recordou que Évora procura afirmar-se como cidade educadora, ou seja uma cidade que não tem apenas a ver com a educação formal, mas tem a ver também com todo o trabalho que se faz fora da escola, ao longo da vida e com todas as pessoas.  

"Este é o grande objectivo de uma cidade educadora, é preocupar-se com o bem-estar, a qualidade de vida e com as aprendizagens que todos fazemos ao longo da vida e hoje aquilo que venho aqui fazer é aprender também convosco o que de bom se faz nos cursos profissionais e sobretudo perspetivar as possibilidades de emprego para os alunos que vão terminando este curso", afirmou a autarca.

Falou da escola pública como escola inclusiva e do facto dos alunos poderem escolher os cursos que mais se adequam às suas características, designadamente os profissionais: "Começa-se a perceber que a formação profissional é tão importante quanto a outra formação e nós precisamos de pessoas qualificadas para o nosso mercado de trabalho. A nossa esperança é que vocês venham a ser essas pessoas e estou convencida que serão".

O encontro, considerou Élia Mira, serviu essencialmente para "dar enfase a este trabalho que é feito nos cursos profissionais e perceber até que ponto na nossa região há a possibilidade de vos fixar. Porque o nosso trabalho tem de ser fixar os jovens na nossa região, no nosso concelho, por isso é muito importante que estes cursos estejam adequados aquilo que o nosso mercado de trabalho procura".

F2.jpg 

Este fórum, que abriu com um momento musical com Inês Alves (Voz) e Manuel Caldoneiro (Guitarra), contou ainda com intervenções de Fernando Mendes (Professor da Severim Faria), Ana Talhinhas (Fundação Eugénio de Almeida),  Henrique Sim Sim (Associação Alentejo de Excelência), António Cravo/Mª do Anjo (Professores da Severim de Faria), Inês Augusto (antiga formanda) e Paula Paulino (NERE).

F6.jpg F7.jpg