22 outubro 2019

Sobre os Resultados do Concurso da DGArtes para Évora e Alentejo

Conhecidos alguns dos resultados dos concursos da Dgartes, o município de Évora denuncia e manifesta a sua preocupação com a intenção de excluir do financiamento público para a criação artística agentes culturais que ao longo de décadas vêm garantindo o acesso à arte e à cultura no nosso concelho e região.

É particularmente preocupante a diminuição do investimento público na Cultura e nas Artes na região Alentejo (-8%), única região do país em que há redução de verbas, com as consequências que são de todos conhecidas para a coesão do território nacional que os governos tanto elegem como bandeira dos seus programas.

A não serem revertidos os resultados agora tornados públicos, o Alentejo Central pode vir a perder agentes, companhias e criadores que são essenciais para a afirmação da Cultura no território.

O crónico subfinanciamento às artes e à cultura só diminuirá a sua expressão com cumprimento da afectação ao Orçamento de Estado de pelo menos 1% da riqueza produzida no país.

O Município de Évora exige à tutela governativa a dotação das verbas necessárias para que todos os projectos em condições de aprovação possam obter o financiamento necessário à prossecução dos seus projectos.

O Presidente da CM Évora,

Carlos Pinto de Sá