28 fevereiro 2018

VIII Workshop em Bioquímica Clínica realizado em Évora

O VIII Workshop em Bioquímica Clínica, subordinado ao tema "Alergia e Ambiente", teve lugar no dia 24 de fevereiro, no Colégio Luís António Verney.

​ Este workshop foi organizado pela Sociedade Portuguesa de Bioquímica, em parceria com o Instituto de Ciências da Terra (ICT) e o Departamento de Química da Universidade de Évora, contando com a participação da vereadora Sara Dimas Fernandes e do chefe da Divisão de Ambiente, Higiene e Mobilidade da Câmara de Évora, Arq. Daniel Valente.

O encontro, de âmbito internacional, reuniu investigadores nacionais e internacionais, com destaque para Jeroen Buters (Technische Universität München, Munique), especializados em vários ramos da alergologia, nomeadamente: Aeroalergénios e reação alérgica, Alergia alimentar, Alergia ocupacional e Alergologia veterinária.

A vereadora Sara Dimas Fernandes recebeu os participantes e destacou a importância da manutenção de uma comunicação e colaboração permanentes entre a comunidade científica e a autarquia eborense, em particular em áreas tão sensíveis como as relacionadas com a saúde pública.

Estiveram ainda presentes na mesa de abertura Heitor Reis (Director do ICT), Célia Antunes (investigadora do ICT e membro da comissão de organização), Ana Costa Freitas (Reitora da Universidade de Évora), Mourad Bezzeghoud (Director da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora) e Manuel Aureliano Alves (Presidente da Sociedade Portuguesa de Bioquímica).

No final do dia, teve lugar a "Mesa Redonda" sobre "Alergénios e impactos na saúde", com a participação do Arq. Daniel Valente, que abordou questões relacionadas com os "Desafios do Município na área do planeamento de espaços verdes". Esta foi uma oportunidade, perante a presença de especialistas, de desmistificar a relação causa-efeito entre os espaços verdes da cidade e a ocorrência de reações alérgicas na população.

Durante o debate foi destacado o papel da poluição atmosférica como catalisador das reações alérgicas e, consequentemente, o impacto positivo dos espaços verdes por via da redução desta mesma poluição. Com algum humor, salientou-se que "o que o doente alérgico vê não é o que lhe entra nas vias respiratórias", uma vez que as reacções alérgicas verificadas durante a dispersão das sementes dos plátanos da cidade não se devem a estas, mas sim aos pólenes das gramíneas e oliveiras, que são libertados na mesma época do ano. Neste sentido, foi lembrado o esforço que a Câmara Municipal tem feito para fazer a limpeza das gramíneas da cidade antes da dispersão dos pólenes.

Merece ainda especial destaque a homenagem feita ao professor Rui Manuel Almeida Brandão, falecido em Maio de 2014, Professor Auxiliar do Departamento de Biologia, membro da Comissão Sindical da Universidade de Évora, fundador da European Association of Aerobiology, e fundador do Laboratório de Palinologia e Aerobiologia da Universidade de Évora e da sua Palinoteca, agora batizada com o seu nome."

 Bioquimica1.jpg Bioquimica2.jpg