Aldeia da Terra

A Aldeia mais caricata de Portugal

Imagem da Exposição da Aldeia da Terra
​​A barrística (modelagem ou escultura de figurado em barro) é um ramo da olaria com tradições profundas em Portugal. Se, por um lado, as origens de certas expressões do imaginário popular – como o Galo de Barcelos ou a loiça fálica das Caldas – se perdem nos tempos, as escolas de barrística tradicional portuguesa, que ainda hoje as laboram, das Caldas da Rainha, Barcelos ou Estremoz, alicerçaram fortes bases desde o século XVI, sobretudo a partir do início da representação do Presépio, por influências italianas, por alturas da construção do Palácio Convento de Mafra. Muitos artistas contemporâneos portugueses exploram novas expressões nesta continuidade. Tiago Cabeça é um dos mais premiados, artista e artesão nacional, nesta forma de arte. Com vinte anos de carreira na investigação das artes do barro, o seu mais recente projeto: Aldeia da Terra – A Aldeia mais caricata de Portugal, além de classificado de Interesse Cultural pelo Ministério da Cultura, é uma homenagem a esta arte centenária portuguesa, na forma de uma banda desenhada em barro a três dimensões. Sensível, irreverente e cheia de bom humor, nascida há oito anos como um jardim de esculturas a céu aberto originalmente em Arraiolos, esta original e magnífica Aldeia está agora em Évora, Cidade Património Mundial, para delícia de todos os que a visitam.
Rua de São Manços 19, 7000-932 Évora, Portugal

Informações Adicionais

Morada: Rua de São Manços 19, 7000-932 Évora, Portugal  (Junto à Sé Catedral)
Telefone: +351 266 746 049


Organização: Tiago Cabeça

Exposição Permanente
Horário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00.
Preço: 3,00​€