Núcleo Interpretativo do Megalitismo

Núcleo Interpretativo do Megalitismo
​O território dos arredores da cidade de Évora integra um conjunto de monumentos megalíticos excecionais, constituindo, no âmbito do património arqueológico rural, o tema mais relevante em termos de turismo cultural. Monumentos como o recinto megalítico dos Almendres ou a Anta Grande do Zambujeiro, por exemplo, dos mais visitados, destacam-se no panorama megalítico da Península Ibérica e colocam a região de Évora entre as mais importantes paisagens megalíticas europeias.

A remodelação do núcleo expositivo permanente passa, para além da manutenção dos conteúdos científicos já existentes, pela inclusão de informação referente à realidade específica do fenómeno megalítico concelhio, reforçada por novas espécies museológicas e novos meios de exposição interativa que vão ao encontro de um crescente interesse por parte do público. Esta renovação resulta de um trabalho conjunto e multidisciplinar entre a Câmara Municipal de Évora, Direção Regional de Cultura do Alentejo e do Laboratório de Arqueologia Pinto Monteiro da Universidade de Évora. O novo núcleo irá contar também com espécies museológicas cedidas pelo Museu de Évora.
Núcleo Interpretativo do Megalitismo de Évora, Convento dos Remédios, Av. S. Sebastião, Évora, Portugal

Informações Adicionais

Morada: Núcleo Interpretativo do Megalitismo de Évora, Convento dos Remédios, Av. S. Sebastião, Évora, Portugal

Horário:
  • de 2ª feira a 6ª feiras das 09h30 às 12:30 e das 14h00 às 17h30.
  • Sábados das 14h00 às 18h00.
Contactos:
Entrada gratuita

Acesso a cadeira de rodas