Pátio de S. Miguel

O Páteo de São Miguel encontra-se localizado num dos pontos mais nobres e estratégicos da cidade de Évora e, por essa razão, foi objeto de diversas ocupações ao longo da sua história.

A primeira ocupação deste espaço teve essencialmente uma finalidade defensiva, determinada pela sua própria localização no ponto mais elevado da cidade que dificultava não só o acesso das forças inimigas em caso de ataque, como permitia dominar uma vasta área da planície circundante e manter contacto visual com outras fortificações. O espaço ocupado pelo Páteo de São Miguel constituía um ponto nevrálgico da estrutura defensiva da cidade, pelo que foi Alcácer Mourisco e parte integrante do Castelo Velho de Évora.

 Paço de S. Miguel

Embora a origem do Paço de São Miguel remonte à Idade Média, da edificação desse período poucos vestígios se conservam em resultado da destruição de que o espaço foi alvo na sequência dos confrontos ocorridos durante a crise de sucessão ao trono de 1383-85 entre os partidários de D. Leonor Teles e os de D. João, Mestre de Avis, futuro rei de Portugal.

A existência deste edifício tal como hoje o conhecemos, em termos patrimoniais e arquitetónicos, está associada à história de duas famílias cuja presença no Páteo de São Miguel se encontra separada por cerca de cinco séculos: os Condes de Basto (ou Castro das Treze Arruelas) e a família Eugénio de Almeida.

Fonte - http://www.fundacaoeugeniodealmeida.pt/
©Foto Fernando Guerra

Pátio de S. Miguel

Informações Adicionais

Horário:
Visitas guiadas com marcação prévia
De terça-feira a domingo, entre as 10h e as 18h

Bilhete individual: 3,50 €

Desconto 50%:
Maiores de 65 anos
Estudantes
Cartão Jovem
Grupos organizados de entidades de Solidariedade Social

 
Entrada gratuita:
Menores de 12 anos
Colaboradores FEA
Membros ICOM, ICOMOS, APOM, AICA
Imprensa
Pessoas com deficiência ou mobilidade condicionada e acompanhantes.

Contactos:
geral@fea.pt
servicoeducativo@fea.pt
Tel. (+351) 266 748 300