Cinema em Casa

Horário:
21h30
Inicio do Evento:
13 maio
Fim do Evento:
29 maio
Localização:
Évora
O Artes em Casa continua com Cinema em casa todas as quartas e sextas de Maio, às 21h30 com sessões de cinema online para todos.
O Cinema em casa é uma proposta de filmes realizados em Évora ao longo dos últimos anos. Uma seleção de documentários e curtas-metragens em português que apresentamos com o objetivo de divulgação da cultura e de novos realizadores de cinema do concelho. Uma produção da Câmara Municipal de Évora, FIKE – Festival Internacional de Curtas-metragens de Évora e GMT Produções.

Programação

13 de maio (4ª feira) – ‘Marfim’

Sinopse: Um músico/narrador percorre a cidade com uma viola campaniça (a viola do Alentejo) e encontra outros criadores e artistas, com quem se relaciona por momentos numa performance/conversa que poderá cruzar várias artes.


15 de maio (6ª feira) – ‘Salto’

Sinopse: Évora, finais da década de 60. Para escapar à Guerra Colonial, um grupo de jovens prepara o "salto" para França ou para a Holanda. Iludindo a vigilância repressiva da PIDE, utilizam as instalações da Fundação Nacional para a Alegria no Trabalho (FNAT), em Évora, para organizar a fuga.


20 de maio (4ª feira) – ‘Vladimir’, um filme de Nuno Bouça e Ana Bossa, 8’, 2014

Sinopse: “Vladimir” é um filme inspirado pela pujança artística do marionetista Manuel Dias, criador de um universo singular onde se enaltece, com soberba mestria, a condição humana através da arte da personificação, numa ambiência carregada de magia, cumplicidades e afetos. “Vladimir” nasce a partir de um encontro nada fortuito entre Manuel Dias e o construtor de Vladimir, a marioneta, que viaja entre a Rússia siberiana e Évora, com o objetivo de celebrar a vida e, desse modo, prestar homenagem ao homem real, de carne e osso, um homem capaz de acreditar e sonhar o impossível. O propósito de “Vladimir” vai para além da mera valorização artística, patrimonial e cultural do imaginário das marionetas. “Vladimir” é um chamamento urgente ao reconhecimento de uma arte maior e do seu enorme potencial humano que a envolve. “Vladimir” fez-se não apenas para a salvaguardar do esquecimento mas, fundamentalmente, para homenagear o trabalho virtuoso de Manuel Dias, um obreiro que teima em espalhar a ternura.

É Neste País Associação Cultural | Produção: Carla Magro Dias | Marionetista: Manuel Costa Dias | Voz: Amélia Muge | Música: Filipe Raposo | Realização e Fotografia: Nuno Bouça | Montagem: Ana Bossa | Captação de voz e misturas: A. José Martins | Captação de som: Yoann Crochet | Design Gráfico: Joana Dias


22 de maio (6ª feira) – ‘A Língua’, um filme de Adriana Martins da Silva, 25’, 2017

Sinopse: Ana é incapaz de partilhar intimidade física e conheceu recentemente Filipe, homem com quem quer investir numa relação. Laura, a sua psicoterapeuta, desafia-a continuamente a explorar sensações e enfrentar os seus medos. Entre as situações que os trabalhos de casa vão provocando, e que levam Ana quase ao limite, as suas histórias cruzam- se e ambas se transformam.

Realizadora: Adriana Martins da Silva | Com: Sara Gonçalves, Joana Brandão, Miguel Rubin


27 de maio (4ª feira) – ‘Évora’

Sinopse: Uma Cidade, duas pessoas, uma paixão: A história de dois jovens que chegam para visitar Évora e ao percorrerem a cidade, os seus caminhos acabam por se cruzar.


29 de maio (6ª feira) – ‘7 EVORAS EM KEPA, um documentário de José Coimbra e Tiago Guimarães, 2018

SinopseNão há só uma Évora. Existem muitas Évoras, tantas quantos os dias em que a cidade é convidada para encontros improváveis, desafiando a criatividade dos que vêm visitá-la e a dos que lá vivem.
Neste documentário revelam-se 7 Évoras diferentes, nascidas da fusão entre a música basca, o cante alentejano e outras paisagens musicais.
Durante 7 dias Kepa Junkera, músico basco premiado com um Grammy, trabalhou numa residência artística com os Cantares de Évora. A eles juntaram-se muitos outros músicos, com raízes no Alentejo e ouvidos no mundo.  
A música criada é em tudo semelhante à açorda alentejana servida no início do encontro: genuína.


cinema em casa.jpg

Informações Adicionais