Process of Guilt apresentam BLACK EARTH

Music

Horário:
22h30
Inicio do Evento:
09 fevereiro
Fim do Evento:
09 fevereiro
Localização:
Sociedade Harmonia Eborense

​Na apresentação de «Black Earth» os Process of Guilt assumem o seu novo longa-duração como o motivo principal deste ciclo de espetáculos onde procuram elevar a energia e peso das suas actuações ao vivo a um superior nível de intensidade. Tal como o antecessor "Fæmin", «Black Earth" foi misturado por Andrew Schneider, no Acre em Nova York, e masterizado por Collin Jordan, no The Boiler Room LLC - Music Mastering, em Chicago, lançado a 22 de setembro de 2017 numa edição conjunta Bleak Recordings e Division Records. Tendo aperfeiçoado a sua expressão musical distinta e inimitável ao longo de um caminho que abrange já uma carreira de quinze anos, os Process of Guilt são atualmente uma das principais forças motrizes no underground português. Entregando riffs massivos e pesados apoiados numa secção rítmica punitivamente precisa, quase industrial, a banda lisboeta possui uma intensidade única que atrai ouvintes de um amplo espectro de géneros e subgéneros​ da música extrema. Amplamente experimentados quando se trata de tocar ao vivo – tendo partilhado palcos com bandas de nomeada como Godflesh, Cult of Luna ou Napalm Death – as suas performances são exibições puras de ferocidade, que não deixam ninguém indiferente. Com o lançamento de seu terceiro longa-duração «FÆMIN», em 2012, o quarteto formado por Hugo Santos, Nuno David, Custódio Rato e Gonçalo Correia deu finalmente o há muito merecido salto para o reconhecimento internacional – o álbum sucessor de «Erosion» e «Renounce» valeu-lhes duas digressões europeias como cabeças-de-cartaz e um cobiçado slot na edição de 2013 do festival Roadburn, onde atuaram perante uma multidão totalmente rendida à descarga monolítica do quarteto nacional. Já após a edição de um split com os suíços Rorcal, há dois anos, 2017 marca o regresso dos músicos aos discos de longa-duração, com o colossal «Black Earth» a capturar uma vez mais as vibrações orgânicas e industriais já presentes em «FÆMIN» e desenvolvendo-as ainda mais na construção de uma besta hipnótica de proporções gigantescas.

Informações Adicionais

Org: SHE
APOIOS: CME | Super Bock
Praça do Giraldo, 72