Unidade de Rede de Envelhecimento Populacional

​Missão

Identificar problemas/necessidades que afetam os idosos do concelho de Évora, os seus cuidadores ou as instituições que os apoiam, implementando respostas que devem ser proporcionadas em parcerias locais. Nos casos em que as problemáticas ultrapassem o domínio de atuação desta unidade de rede, deverão essas situações ser encaminhadas para as entidades competentes.
Este grupo de trabalho fez sustentar o seu plano de ação para 2017 em dois domínios de intervenção: idosos e cuidadores. Na totalidade estão inscritas em plano 9 ações que visam promover a valorização do papel social dos idosos, mitigar situações de isolamento social de idosos e capacitar os cuidadores formais e informais.


Entidades parceiras

Aliança Solidária Terapêutica de Évora
Associação “Os Amigos de S. Manços”
Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Canaviais
Associação de Solidariedade Social de Professores
Associação de Surdos de Évora
Associação para o Desenvolvimento e Bem Estar Social (ADBES)
Banco de Tempo
Câmara Municipal de Évora
Cáritas Arquidiocesana de Évora
Centro Distrital de Segurança Social
Centro Humanitário da Cruz Vermelha de Évora
Centro Social e Paroquial da Torre de Coelheiros
Fundação Eugénio de Almeida
Junta de Freguesia de S. Miguel de Machede
Legado Caixeiro Alentejano
Obra S. José Operário
Santa Casa da Misericórdia de Azaruja
Santa Casa da Misericórdia de Évora
Serviço Municipal de Proteção Civil
Suão
União de Freguesias da Malagueira e Horta das Figueiras
União de Freguesias do Bacelo e Srª da Saúde
Universidade Sénior de Évora


Atividades previstas

No seio desta unidade foi construído o programa participado do “Mês Maior” 2017, o qual integrará um Encontro de Cantares Alentejanos, um “Baile Maior”, uma oficina de Teatro, uma “Feira de Saberes e Fazeres” e a 2ª Edição do Seminário “Cuidar do Eu, do Outro e Tempo”.

Esta Unidade de Rede encontra-se, ainda, a implementar o projeto “Mais Próximo de Todos”. Este é um projeto de integração social do idoso, no qual se procura a valorização da sua humanitude em todos os quadrantes: condições de vida e habitação, sociais, emocionais e relacionais. Este é também um projeto de animação territorial de uma zona identificada como envelhecida e, em simultâneo, de inovação social através da criação e aplicação de novas formas de monitorização e acompanhamento da população mais idosa, favorecendo que a mesma tenha uma base de suporte que a permita continuar em casa prosseguindo o princípio da desinstitucionalização.


Já aconteceu

> No dia 7 de julho de 2017, esta unidade de rede realizou, em parceria com a União de Freguesias de Évora, o “Arraial Maior” que proporcionou um momento de convívio e lazer aos séniores de algumas das organizações do nosso território

Veja a notícia