14 dezembro 2015

Pelos Caminhos do Concelho 2014/ 2015

Ao Encontro das Populações 2014 / 2015

"Pelos Caminhos do Concelho - ao Encontro das Populações" 2014/ 2015

Cumprindo um compromisso eleitoral, a Câmara Municipal iniciou esta nova forma de relacionamento com as populações e com as instituições a que chamou "Pelos Caminhos do Concelho, ao Encontro das Populações". Esta​mos a pôr em prática uma gestão aberta e pa​rticipada em que a opinião das populações conta. Queremos dar a cara, fala​r olhos nos olhos, ouvir as preocupações, as críticas, as propostas e aspirações dos munícipes. Acreditamos que, conhecendo e falando no local, será mais fácil procurar as melho​res soluções para os problemas e contribuir para maior desenvolvimento e justiça nas freguesias​ e no Concelho.

Conte connosco, nós contamos consigo. Participe!​



​Visitas realizadas no biénio 2014/ 2015

2015

12 de dezembro| Freguesias de Giesteira e Boa Fé
21 de novembro | Centro Histórico de Évora
31 outubro | Torre de Coelheiros
24 outubro | S. Manços e S. Vicente do Pigeiro
04 julho | Canaviais
23 maio | Bacelo


2014
06 Dezembro| S. Bento do Mato/Azaruja
18 Outubro   | Horta das Figueiras
12 Julho        | Nossa Senhora de Machede
31 Maio        | Nª Sª da Graça do Divor
05 abril        | S. Miguel de Machede
01 março     | Nª Sª Tourega e Guadalupe


Notícias​

12 dezembro 2015 ​

"Câmara de Évora visitou Boa-Fé e São Sebastião da Giesteira​"


Eleitos e técnicos da Câmara Municipal de Évora estiveram este sábado (12 de Dezembro) nas freguesias de Nª Senhora da Boa-Fé e S. Sebastião da Giesteira no âmbito da iniciativa “Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações”. A prática destas deslocações tem como principal finalidade contactar direitamente com as populações, ouvir as suas necessidades, críticas e propostas para permitir as respostas mais adequadas.
Acompanhados do Presidente da União das Freguesias, António Maduro, e de outros representantes locais, a comitiva deslocou-se ao Centro de Idosos e Pensionistas de Boa-Fé, Igreja e Centro Paroquial. Após breve paragem nos antigos lavadouros públicos, passou pelas instalações do Grupo Desportivo, seguindo-se as Carvalhas e finalizando com reunião na sede da União de Freguesias/Boa-Fé.
De tarde, a visita prosseguiu por diversas ruas de S. Sebastião da Giesteira, tendo também passado pelas instalações do Centro Paroquial que agrupam Lar, Centro de Dia, ATL e Escuteiros. O percurso incluiu ainda outras zonas da localidade, entre elas a projetada zona industrial e finalizou com uma reunião com a população no Centro Comunitário de S. Sebastião da Giesteira.
As questões urbanísticas e ambientais foram as principais temáticas abordadas pela população, desde construção ou legalização de obras, colocação de ecopontos, reparação de caminhos e passeios, passando por problemas nos esgotos das Carvalhas, falta de pressão na água da rede pública na Boa-Fé, requalificação de sanitários, até ao abate de árvores ou à retoma da obra referente à Zona Industrial de S. Sebastião da Giesteira, esta última com problemas legais que só recentemente foram ultrapassados.
O Presidente do Município eborense, Carlos Pinto de Sá, ouviu com atenção os moradores e ficou satisfeito com a participação das populações nesta jornada de trabalho. Mostrou a sua disponibilidade para, em conjunto com a União de Freguesias e os moradores, procurar soluções para as situações expostas. Nas suas intervenções, falou das dificuldades económicas e financeiras do Município, mas também das medidas tomadas para melhorar as contas da autarquia e para dinamizar o desenvolvimento do concelho.
A reposição do anterior sistema administrativo das freguesias não foi esquecida, com o autarca a sublinhar a sua defesa, assim como o reconhecimento do retrocesso do país nestes últimos anos. Falou ainda da necessidade de uma nova política, bem como das expectativas em relação à política do novo Governo, que deve ser diferente da do anterior, não penalizar a população e resolver os problemas do concelho e do país.
Para visualizar mais fotografias aceda https://www.facebook.com/EvoraNoticias​ 

foto1a.jpg foto5a.jpg foto2a.jpg foto7a.jpg

 


linha.jpg

21 novembro 2015 

"Ao Encontro da população do Centro​ Histórico de Évora​​​"


A 11ª edição de “Pelos Caminhos do Concelho” chegou ao Centro Histórico no passado dia 21 de novembro 
“Pelos Caminhos do Concelho, ao encontro das populações” é um programa de trabalho em curso nas autarquias de Évora com o objetivo de tomar conhecimento dos problemas que afetam as populações locais, possibilitando que a sua resolução seja o mais breve possível e, ao mesmo tempo, conhecer o trabalho desenvolvido pelas associações locais.
Pela manhã, os eleitos com pelouros da Câmara de Évora, em conjunto com vários técnicos municipais, eleitos da União das Freguesias de Évora e vários representantes das forças vivas  visitaram a Associação Humanidade e Respeito pelos Idosos de Évora, a Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Évora, bem como as sedes das Sociedades Joaquim António d'Aguiar e Harmonia Eborense, onde os dirigentes respetivos deram a conhecer a atividade desenvolvida pelas associações/ entidades, bem como as dificuldades encontradas,  realçando o apoio da Câmara de Évora, para a sua concretização.
Da parte da tarde fizeram um percurso –  passeio a pé – entre as sedes das várias instituições visitadas com o objetivo de avaliar problemas identificados e respetivas soluções propostas. 
Por fim, os eleitos da Câmara e da Junta promoveram um encontro na sede da União das Freguesias onde receberam representantes da Associação de Pais da Escola de S. Mamede e a população em geral, onde o Presidente da Câmara, Carlos Pinto de Sá, afirmou que as duas escolas existentes no Centro Histórico (S. Mamede e Santa Clara) são uma prioridade para a Câmara, comprometendo-se a continuar os contactos já encetados a fim de melhorar as condições na Escola de S. Mamede. 
Foi também dado conhecimento da atual situação financeira do Município e dos esforços que estão a ser desenvolvidos para a controlar. 
O Presidente relembrou ainda alguns importantes investimentos que se conseguiram implantar em Évora, ao longo dos últimos dois anos, gerando atratividade e postos de trabalho.

IMG_2346.jpg IMG_2553.jpg
IMG_2708.jpg IMG_2444.jpg

IMG_2791.jpg IMG_2779.jpg

linha.jpg


31 outubro 2015

"Torre de Coelheiros na rota dos Caminhos pelo Concelho​"


A Câmara Municipal de Évora prosseguiu, este sábado, dia 31 de Outubro, mais uma etapa da iniciativa Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações, que visa aprofundar o contacto com a população e os seus problemas concretos, tendo visado a freguesia de Torre de Coelheiros.
Durante a manhã, o Presidente da edilidade, Carlos Pinto de Sá, e os Vereadores Eduardo Luciano e João Rodrigues, acompanhados por diversos técnicos autárquicos, visitaram a sede de freguesia, inteirando-se dos principais problemas.
As instalações da junta de freguesia, localizadas na torre/solar dos Coguminhos, foi o primeiro local visitado pelos autarcas, tendo ficado a par da necessidade de intervenção ao nível da impermeabilização dos tetos.
O Centro Social e Paroquial de Torre de Coelheiros, que dá apoio a cerca de uma centena pessoas através de três valências - Lar de Idosos, Centro de Dia e do Serviço de Apoio Domiciliário - recebeu também a comitiva que integrava o executivo municipal, alguns elementos da Junta de Freguesia, Assembleia de Freguesia e outros cidadãos locais. Testemunharam durante esta visita a realidade destes utentes e seus familiares, depois de ficarem a conhecer as valências e as instalações desta IPSS.
A Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Torre de Coelheiros foi outra das instituições visitadas com os autarcas a travarem conhecimento com os utentes do espaço, que naquele momento, ocupavam o seu tempo em diversas atividades lúdicas. Este centro responde a mais de três dezenas de idosos.
A necessidade de expansão do cemitério local, ou pequenas obras de melhoramento e manutenção do clube desportivo local, foram outras das matérias tratadas nesta visita, antes do encontro com a população na sede da Associação da Casa do Povo.
Aqui, contando com uma considerável participação da população local, o Presidente Carlos Pinto Sá lembrou que “Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações” é uma iniciativa que visa a prática de uma gestão aberta e participada, através da auscultação direta de quem aqui vive e de quem sente “na pele” as dificuldades de residir num território rural e distanciado da sede de concelho”.
Da parte dos intervenientes locais ficou expresso o agrado pela visita se ter realizado fora de calendário eleitoral e como parte da gestão corrente do Município.

torre2015.jpg torre4.jpg
torre3.jpg torre5.jpg
Para visualizar mais fotografias aceda https://www.fac​ebook.com/EvoraNoticias​ ​

linha.jpg


24 outubro 2015

"São Manços e S. Vicente do Pigeiro na Rota dos Caminhos pelo Concelho​"


A Câmara Municipal de Évora prosseguiu, este sábado, dia 24 de Outubro, na área territorial da União de Freguesias de S. Manços e S. Vicente do Pigeiro, mais uma etapa da iniciativa Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações, que visa aprofundar o contacto com a população e os seus problemas concretos.​
Ao longo de todo o dia, o Presidente da edilidade, Carlos Pinto de Sá, a Vice-Presidente Élia Mira, e os Vereadores Eduardo Luciano e João Rodrigues, acompanhados por diversos técnicos autárquicos, visitaram as povoações de Vendinha durante a manhã, e de São Manços no período da tarde.
Trata-se de uma prática de gestão aberta e participada, através da auscultação direta de quem aqui vive e de quem sente "na pele" as dificuldades de residir num território rural e distanciado da sede de concelho.
Acompanhada ao longo de todo o dia pela Presidente da União de Freguesias, Florinda Russo, e por José Calado, número dois deste executivo, a comitiva iniciou a jornada de trabalho no Centro de Dia da Associação de Idosos e Reformados de S. Vicente do Pigeiro, conhecendo de perto o "dia-a-dia" desta instituição.
​Apesar do mau tempo, a população não deixou de aproveitar a oportunidade para contactar diretamente com o Presidente da Câmara Municipal de Évora e restante executivo, abordando-os na via pública com as mais diversas e legitimas preocupações.
A Associação Juvenil de São Vicente do Pigeiro, Associação de Caçadores e Pesca do Degebe, Grupo Desportivo e Cultural Vendinhense e o Grupo Columbófilo foram outras das coletividades visitadas, antes da reunião com a população, numa das salas de aulas da Escola do ensino básico. Questões relacionadas com a recolha de lixo, com caminhos e acessos rurais, com a passagem de um rali pela povoação ou a revitalização do centro de jovens foram alguns dos temas levantados pela população da Vendinha.
Na parte da tarde, e depois de uma visita à sede desta União de Freguesias, a comitiva inteirou-se da realidade do Centro Infantil de S. Manços, uma IPSS com mais de 30 anos de funcionamento e que tem como oferta educacional uma creche e a educação pré-escolar.
De seguida, e antes de uma visita às antigas instalações da escola primária, os eleitos da câmara estiveram no Centro de Dia da Associação "Os Amigos de S. Manços", confraternizando com os inúmeros utentes que ali recebem o carinho e os cuidados necessários.
Os autarcas tomaram aí, conhecimento do projeto de expansão desta instituição que deseja aumentar ainda mais a sua capacidade de resposta em prol da qualidade de vida da pessoa idosa. Juntar as valências de Lar de idosos, Centro de dia, Serviço de apoio domiciliário, Unidade de cuidados continuados integrados de saúde mental é o grande objetivo deste projeto.
A Casa do Povo de São Manços foi o último espaço visitado pela comitiva municipal e o local escolhido para a reunião com a população. Carlos Pinto de Sá informou os presentes das condições legais e financeiras da atual gestão autárquica. Falou do plano de saneamento financeiro recentemente apresentado, dos objetivos que pretende atingir, nomeadamente da meta de 2018 como o ano de referência para o fim dos pagamentos em atraso na CME.
O contexto de incerteza política em que a Câmara está a preparar o Plano e Orçamento para 2016, a importância que o atual executivo atribui à participação dos munícipes, à articulação com as freguesias e com os seus eleitos, independentemente das suas composições politico - partidárias, de que foi bom exemplo este encontro, foram outros pontos sublinhados pelo presidente do Município.
Vários participantes expuseram preocupações e sugestões diversas, com especial enfoque na questão do aspeto da água distribuída na rede pública em São Manços.
Carlos Pinto de Sá reafirmou que este executivo está a trabalhar para a solução do problema, identificado aquando da mudança das fontes de recolha de água para abastecimento desta população, dos anteriores poços e furos locais (água de profundidade) para a recolha na Barragem do Monte Novo (reservas de superfície).
O problema apresentado consiste na observação de aspeto e coloração desagradáveis na água que não se verifica em toda a rede de abastecimento de São Manços, mas se regista nalgumas zonas. Há casos em que duas casas vizinhas, apresentam situações diferentes. Os serviços municipais continuam a procurar explicações técnicas que deverão contribuir para a definição da solução a implementar, explicou o Presidente. Aspetos de natureza legal e financeira, condicionantes deste processo, foram ainda expostos em detalhe pelo autarca neste encontro com os interessados.
​A reunião terminou já ao princípio da noite, com aplausos da sala e os autarcas a consideraram ter sido um proveitoso dia de trabalho. 

visita20peq.jpg visita17peq.jpg
visita26peq.jpgvisita12peq.jpg
Para visualizar mais fotografias aceda https://www.facebook.com/EvoraNoticias​ 

linha.jpg

4 julho 2015

"Pelos Caminhos do Concelho - ao encontro da população dos Canaviais​"


O executivo da Câmara Municipal de Évora visitou no sábado (4 Julho) ​a Freguesia dos Canaviais, na 8ª edição da iniciativa “Pelos Caminhos do Concelho, ao encontro das populações”.
Durante a manhã nos Canaviais, Carlos Pinto de Sá, Élia Mira e João Rodrigues, que se fizeram acompanhar por técnicos municipais, visitaram, a Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos (ARPIC), a Associação de Jovens, a Banda Filarmónica Liberalitas Julia e a Associação de Reabilitação, Apoio e Solidariedade Social (ARASS).
Estes eleitos da CME tiveram a possibilidade de visitar as instalações das instituições referidas, de conhecer a realidade do dia-a-dia dos seus intervenientes, e de dialogar com os responsáveis.
Pôr em prática uma gestão aberta e participada, é o propósito desta iniciativa.
Conhecer e trocar opiniões no local, deve contribuir para identificar as melhores soluções para os problemas, acreditam os autarcas envolvidos.
Jerónimo José, Presidente da Junta de Freguesia dos Canaviais, Silvino Costa, vereador sem pelouros na CME, Manuel Caroço, Presidente da ARPIC, José Oliveira Presidente da Direção da ARASS, e Ana Pedrosa, Presidente da Casa do ​Povo dos Canaviais, foram alguns dos interlocutores e participantes no programa de trabalho.
“Pelos Caminhos do Concelho” nos Canaviais contou, ao final da manhã, com o já habitual encontro com a população, uma oportunidade aproveitada por alguns residentes da freguesia para expor problemas e dialogar com os eleitos.
No período da tarde, a comitiva municipal visitou as instalações do Grupo Desportivo e Recreativo dos Canaviais e a Escola EB 1 JI dos Canaviais.
Iniciado em Março de 2014, esta iniciativa municipal de gestão participada, deverá passar durante os próximos meses, pelas freguesias do concelho ainda não visitadas.

canaviais.jpg canaviais7.jpg
canaviais3.jpg canaviais4.jpg

Para visualizar mais fotografias aceda https://www.facebook.com/EvoraNoticias​ 

linha.jpg

23 de maio 2015

"Eleitos da Câmara e da Junta visitaram a freguesia do Bacelo em mais um Pelos Caminhos do Concelho"

IMG_0781a.jpgIMG_0781a.jpg IMG_0713a.jpg

IMG_0857a.jpg


A iniciativa Pelos Caminhos do Concelho - Ao Encontro das Populações decorreu sábado, dia 23 de maio. Percorreu a freguesia do Bacelo, começando pouco depois das 9.00h no largo do edifício desta Junta. Os eleitos com pelouro da Câmara de Évora e os da União das Freguesias de Bacelo e Senhora da Saúde visitaram várias instituições daquela freguesia e travaram contacto com a população. 
O Centro Social e Paroquial N.ª Sr.ª de Fátima, a Associação de Idosos e Reformados do Bacelo, o Centro de Respostas Integradas de Évora e o Clube de Futebol Eborense foram visitados pelas equipas do município e da União das Freguesias. As preocupações destas instituições, dos seus dirigentes, utentes e sócios foram ouvidas e deu-se a conhecer o seu trabalho, intervenção e importância no concelho.  
Limpeza do espaço público, questões relacionadas com o acesso à habitação, circulação nas vias públicas, incumprimento por parte de empresas de construção que prejudicam a vida das comunidades, iluminação e demais assuntos foram abordados pela população que, na presença dos eleitos nos mais diversos espaços, colocaram variadíssimas questões. 
“Só vendo é que nos conseguimos aperceber destas questões e por isso sugerimos este percurso para que os eleitos do Município possam ver e perceber, para que possam resolver”, afirmava a presidente daquela União das Freguesias, Gertrudes Pastor, aos populares no Bairro Frei Aleixo. 
Findo o percurso pela freguesia, os eleitos com pelouro da Câmara de Évora reuniram com a população no edifício do Bacelo da União das Freguesias de Bacelo e Senhora da Saúde.  Carlos Pinto de Sá deu a conhecer a difícil situação financeira do município e explicou as muitas dificuldades que advêm daí, das implicações decorrentes da assinatura do PAEL (Programa de Apoio à Economia Local) pelo anterior executivo camarário e também das anteriores opções em relação à gestão do sistema de águas, que dá 5 milhões de euros de prejuízo por ano. 
O presidente da autarquia adiantou também que a equipa que governa a câmara está aberta a ouvir toda a população, daí a existência da própria iniciativa Pelos Caminhos do Concelho. Para o edil "esta é a única forma de governar: ouvindo as pessoas". Todo o auditório ficou a saber que, apesar das adversidades, existem vários investimentos que vêm para o concelho, criando novos postos de trabalho e revelando que Évora é um destino atrativo para os investidores. Também as prioridades do atual executivo em relação à cultura, ou por exemplo relativas à erradicação das coberturas com amianto nas escolas, foram sublinhadas como importantes ações que a Câmara de Évora tem levado a cabo.


linha.jpg

6 de d​ezembro 2014

"Freguesia de S. Bento do Mato/Azaruja recebeu visita camarária"


Azaruja1peq.jpg Azaruja2peq.jpg

 


A Freguesia de S. Bento do Mato/Azaruja recebeu no passado dia 6 de Dezembro os eleitos com pelouros na Câmara para mais uma jornada de trabalho no âmbito da iniciativa “Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações”. Esta tem como objet​​ivo principal perceber as necessidades da população através de uma gestão mais próxima e participada e avaliar as melhorias que são possíveis concretizar, tendo em conta as restrições financeiras.

O Presidente Carlos Pinto de Sá e a sua equipa foram acompanhados pelo Presidente da Junta de Freguesia, Manuel Recto; pelo Secretário, Paulo Chaveiro; pelo Tesoureiro, Luís Martins e por outros representantes locais, numa visita pela Freguesia e instituições, que culminou com a realização de um encontro com a população na sede da Junta.
Durante o percurso, os eleitos e o Presidente do Município foram abordados por diversos moradores que lhes transmitiram preocupações relacionadas com a via pública, jardins, águas pluviais, requalificação de equipamentos, reparação de ruas e caminhos rurais, sendo estes alvo de posterior avaliação e resolução conjunta entre Câmara, Junta e outras entidades.
Na reunião com a população, que decorreu à tarde,  o Presidente da Câmara Municipal de Évora explicou as principais razões da visita a S. Bento do Mato. O modo de processamento das respostas a todas as questões colocadas, bem como os passos que têm sido dados para resolver as questões apresentadas, foram outras notas deixadas.
O autarca informou também sobre a resolução que a Câmara conseguiu para um problema que preocupava há muito os empresários locais, anunciando que conseguiu formalizar a transferência do troço urbano da Estrada Nacional 254-1- entre a Estrada Nacional 18 e a Azaruja - para a Câmara Municipal. 

Este assunto arrastava-se já desde a década de 90 e relaciona-se com o pagamento de taxas que a EP – Estradas de Portugal estava a cobrar aos empresários do Núcleo Industrial da Azaruja. A proposta de deliberação sobre a transferência do referido troço foi aprovada por unanimidade em reunião pública de Câmara de 30 de Julho de 2014. Com a transferência agora conseguida, a referida empresa deixou de dar parecer sobre os licenciamentos de construção e, por consequência, de cobrar aos munícipes as referidas taxas. 
Carlos Pinto de Sá anunciou ainda que já em 2015 haverá atendimento direto das populações pelo Presidente e Vereadores nas freguesias para “olhos nos olhos, cara a cara ouvir problemas e propostas, mas também críticas para ajudar a melhorar o nosso trabalho”.


linha.jpg


18 de outubro 2014

"Executivo Municipal visitou Horta das Figueiras​"


DSC_0176a.jpg DSC_0033a.jpg

 DSC_0133a.jpg DSC_0149a.jpg

​"Os eleitos com pelouros da Câmara Municipal de Évora, acompanhados pelos responsáveis da União de Freguesias da Malagueira e Horta das Figueiras, percorreram, durante todo o dia de Sábado, 18 de outubro, a área respeitante à Horta das Figueiras, para contactar com a população local. 
Falar olhos nos olhos com os munícipes, ouvir as suas preocupações, críticas, propostas e aspirações, constituem o objetivo desta forma de gestão aberta e participada que a autarquia está a implementar desde o início do mandato. Os responsáveis políticos consideram que, desta forma, é mais fácil procurar as melhores soluções para os problemas e contribuir para um maior desenvolvimento e justiça nas freguesias e no concelho.
Ao longo do dia, os habitantes dos bairros da Horta das Figueiras, Almeirim, Alcaide e Torregela, tiveram oportunidade de transmitir as suas inquietações ao Presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, bem como aos vereadores Élia Mira, Eduardo Luciano e João Rodrigues, sempre acompanhados por José Russo, presidente da União de Freguesias. A resolução de questões relacionadas com a limpeza pública, o escoamento de águas pluviais, a manutenção de mobiliário urbano, estacionamento, trânsito e passadeiras, ou a necessidade de corte de árvores, foram alguns dos variados problemas identificados pelos moradores. 
No final da jornada e, em jeito de balanço, o Presidente da Câmara assegurou, durante uma reunião com a população na sede da junta de freguesia, que “todas as questões colocadas terão resposta.” Carlos Pinto de Sá assume ser esse o único compromisso possível de assumir, realçando “as dificuldades resultantes na resolução de alguns problemas decorrentes da complicada situação financeira existente.” 
Esta ação “Pelos Caminhos do Concelho, ao Encontro das Populações” serviu, neste dia, como forma de assinalar o primeiro ano de funções do atual executivo camarário. Aproveitando a ocasião, o autarca eborense, descreveu a situação atual do município, apontando o negócio das Águas do Centro Alentejo como exemplo de questões de urgente resolução face aos problemas financeiros existentes. Ao invés, Carlos Pinto de Sá informou que já houve acordo com a Trevo - empresa de Transportes de Évora - para renegociação do contrato. A abertura, para os primeiros dias de Novembro, do ÉvoraTech – Centro de Ideias e Negócios de Évora – que se constitui como a primeira infraestrutura do Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo (PCTA), foi outra boa notícia dada pelo edil."
Veja mais imagens desta iniciativa no Facebook/evoranoticias

linha.jpg

12 de julho 2014

"Eleitos e técnicos conheceram situação de Nossa Senhora de Machede"


Foto13a.jpg Foto10aa.jpg
Foto17aa.jpg Foto5aa.jpg


"A Câmara Municipal de Évora, no âmbito da iniciativa Pelos Caminhos do Concelho - Ao Encontro das Populações, esteve sábado, dia 12 de Julho, na Freguesia de Nossa Senhora de Machede para contactar com a população e instituições.
O programa da visita dos eleitos e técnicos municipais iniciou-se junto ao Castelo de Valongo, onde os aguardavam o Presidente da Junta de Freguesia, Ezequias Romão e diversos representantes das instituições de Nª Sª de Machede, tendo depois seguido para uma reunião com a população de S. Vicente de Valongo em que avaliaram as principais necessidades daquela localidade.
A concentração ocorreu no Centro de Convívio local que também funciona como posto médico. O Presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá, explicou o principal objetivo desta deslocação, que visa concretamente conhecer os problemas das populações e garantir formas de ajudar a solucioná-los de acordo com os recursos existentes, e escutou as preocupações dos moradores.
Falta de rede de telemóvel, o estado da estrada, a colocação de algum equipamento no parque infantil ao lado do Centro Comunitário e a pavimentação de um pequeno largo junto a um café local foram as principais necessidades expressas pela população.
Seguiu-se o regresso para Nossa Senhora de Machede e a visita pela freguesia. A primeira paragem foi o Centro Comunitário (antiga escola) que acolhe atualmente o Grupo de Jovens e as Atividades de Tempos Livres (ATL), cujo edifício necessita de algumas reparações ao nível da caixilharia de janelas e melhoria do piso, bem como algum material de trabalho para as crianças.
Prosseguiram depois para a Associação para o Desenvolvimento e Bem-Estar de Nª Sª de Machede, presidida por José Bernardino Prates, que explicou o funcionamento desta. O espaço acolhe 15 idosos, estando nos planos da Direção a sua ampliação, tendo já terreno, projeto elaborado, faltando somente o financiamento, sendo que atualmente estão suspensas as comparticipações da Segurança Social para este tipo de projetos.
Uma visita ao recinto das festas, à União Desportiva Machedense, à Estação e à zona prevista para o loteamento industrial (que comporta 12 lotes) fez também parte do circuito, que culminou nas instalações da Casa do Povo, tendo por guia o Presidente da Direção​, Elói Padeiro. O edifício acolhe a Banda Filarmónica da Casa do Povo de Nª Sª de Machede, com salas para ensaios e ensino de música, cujo Diretor é Luís Coelho, também membro do Grupo de Jovens. Além desta finalidade, no local funciona igualmente o gabinete médico e uma biblioteca, bem como uma sala de espetáculos, onde decorreu a reunião com a população.
​A reunião, que incluiu a colocação de diversas questões pela população ​às quais os eleitos procuraram responder, contou também com uma intervenção do Presidente da Câmara Municipal. O autarca explicou novamente os principais objetivos da visita e colocou a população a par da difícil situação financeira municipal e do trabalho que têm vindo a realizar, apesar desta. 
Deu exemplo de alguns assuntos complexos que estão a procurar solucionar, caso da questão das Águas do Centro Alentejo, da renegociação já concluída na área dos transportes públicos urbanos (que permite poupar uma significativa verba à autarquia) e da questão da Educação em que o Estado central transferiu para o Município os funcionários e agora não acompanha com as verbas suficientes.
Ciente das dificuldades, a autarquia não baixa os braços e prossegue na busca de soluções, as quais passam muitas vezes por parcerias, sendo exemplo, entre outros, o novo programa cultural Cenas ao Sul e a Volta ao Alentejo em Bicicleta."
​Veja mais imagens desta iniciativa no Facebook/evoranoticias


linha.jpg

31 de maio 2014

"Num contato mais direto com a população, eleitos camarários visitaram Freguesia de Nª Sª da Graça do Divor​"


Foto6600.jpg

Foto13600.jpg

"A Freguesia de Nª Sª da Graça do Divor foi visitada sábado, dia 31 de maio, pelos eleitos camarários com Pelouros e assessores, no âmbito da iniciativa “Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações”, que visa, através de uma gestão aberta e participada, perceber as necessidades da população e ver o que é possível fazer dentro das limitações financeiras camarárias já conhecidas.
O Presidente da Junta de Freguesia, Nuno Deus, outros eleitos e dirigentes locais também acompanharam a visita por vários locais da Graça do Divor, entre eles, a sede da Junta, a Associação de Idosos, o Jardim de Infância, a Escola Básica, a zona industrial e a Casa do Povo, onde decorreu a reunião com a população.
Um conjunto de questões foi abordado durante a visita pela Freguesia bem como na reunião com a população às quais a autarquia irá agora avaliar e responder. Entre estas, salienta-se, por exemplo, a melhor forma de aproveitamento de um terreno camarário contíguo à sede da Junta; a necessidade de projeto para ampliação do lar de idosos (que tem uma lista de espera para cama na ordem das várias dezenas), o desbloqueamento de questões burocráticas relativas aos terrenos do Grupo Desportivo, a necessidade de melhorias no Parque Infantil e em ruas adjacentes à Rua de Évora; a melhoria da segurança rodoviária na Rua de Évora; a necessidade de não encerrar a escola básica e algumas outras questões de regulamentação urbanísticas colocadas por moradores.
Na reunião, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, procurou esclarecer quanto à difícil situação financeira camarária e os impactos que ela tem na atividade do Município, assim como os principais problemas herdados para os quais têm procurado soluções, conseguindo resolver já alguns, caso do avanço da obra de requalificação da Escola André de Resende ou das melhorias verificadas nas áreas da limpeza pública e da cultura.
“Estamos a trabalhar para encontrar soluções que permitam, com os parcos recursos que temos, fazer alguma coisa e julgo que se começam a ver algumas diferenças”, afirmou o autarca, defendendo também esta ideia: “Precisamos que Évora volte a ser referência enquanto Património da Humanidade, por que isto atrai pessoas e estamos a fazer um esforço muito grande para tal, nomeadamente tentando atrair investimentos”.
O conjunto de ataques ao Poder Local Democrático, poder que, explicou “levanta a voz em favor dos interesses das populações”, foi também outros dos temas abordados. Sublinhando que a “defesa dos serviços públicos é essencial”, deu como exemplo a importância da não privatização da água e considerou que “o encerramento de escolas é passar uma certidão de óbito ao mundo rural e às freguesias rurais, obrigando os casais jovens a saírem para outros lugares em busca de melhores condições”.
Mostrando o empenho e solidariedade na defesa da continuação da Escola Básica na Graça de Divor, o Presidente agradeceu também à Junta, a todas as entidades e habitantes que os acompanharam na visita à freguesia, mostrou a disponibilidade para o trabalho conjunto e respondeu a um conjunto de questões colocadas pelos moradores, no que foi também acompanhado pelo Vereador Eduardo Luciano e pelo Presidente da Junta de Freguesia."
Veja mais imagens desta iniciativa no Facebook/evoranoticias


linha.jpg

 5 de abril 2014

"Para conhecerem melhor a realidade, eleitos camarários visitaram Freguesia de S. Miguel de Machede​"


VISITASMIGUEL4600.JPG
VisitaSMiguel5-600.JPG

"A Câmara Municipal de Évora esteve sábado, dia 5 de abril, na Freguesia de São Miguel de Machede no âmbito da iniciativa “Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações”. O Presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá, acompanhado pela vice-presidente Elia Mira, pelos vereadores Eduardo Luciano e João Rodrigues e respetivos assessores camarários contactaram diretamente com a população e instituições para, através de uma gestão aberta e participada, conhecerem todas as suas necessidades e encontrarem formas de as colmatar.
Foram acompanhados nesta visita pelo Presidente da Junta de Freguesia, Luís Ramalho, e por outros eleitos locais, tendo o programa incluído uma reunião com a população na Associação Cultural, Recreativa e Desportiva das Courelas da Toura; a visita pela freguesia e instituições; e uma reunião com a população na Casa do Povo de S. Miguel de Machede, onde conheceram também as preocupações dos moradores e responderam às questões colocadas.
Neste contato com os habitantes locais, o Presidente Carlos Pinto de Sá colocou a população a par da difícil situação económica e financeira do Município (agravada ainda mais pelo PAEL que fez subir para o limite máximo as taxas e impostos durante os próximos 20 anos) e falou das medidas que estão já a ser tomadas para resolver os muitos problemas existentes. O trabalho conjunto entre Câmara, Junta, instituições e moradores foi considerado a via mais adequada para gerir as situações locais.
Sublinhando a importância de “ir aos sítios, ouvir as pessoas, conhecer os seus problemas para solucioná-los”, o Presidente deixou também claro: “Apesar de termos muito poucos recursos, há muita coisa que pode ser feita desde que em conjunto saibamos trabalhar a este nível”. E deu exemplos, como a Volta ao Alentejo em Bicicleta que retornou a Évora com a ajuda de patrocinadores e sem custos para a autarquia, ou as questões que estão a debater com o Governo para melhorar Évora (e inclusive o País), como é o caso do Plano Nacional de Regeneração Urbana.
“Vimos hoje sobretudo para vos ouvir e, em conjunto convosco encontrar soluções; todas as questões colocadas terão uma resposta e se houver questões relacionadas com outras entidades encaminhamo-las por escrito para elas”, afirmou o autarca.
Nas Courelas da Toura, os eleitos conheceram pela voz dos moradores problemas como o elevado valor das taxas de ligação da água; a falta de transportes públicos fora do período escolar; os caminhos deteriorados; os cortes frequentes e a potência irregular no serviço de eletricidade e também a necessidade de avançar com a construção da sede da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva. 
Em S. Miguel, a comitiva esteve em locais tão diverso​s como o Posto da GNR, a Associação para o Desenvolvimento Comunitário Suão; o Lar da Obra de S. José Operário; o Campo Desportivo; na Igreja Paroquial; a obra inacabada do Centro de Dia da Associação de Idosos, a Junta de Freguesia, o Centro de Convívio e a Casa do Povo. 
Questões sobre pavimentações, caminhos em mau estado, a obra inacabada do Centro de Dia, necessidades de sinalização, escoamento de águas pluviais, prédios particulares em ruínas, foram algumas das muitas questões colocadas pela população, às quais a autarquia irá agora responder no terreno, começando por enviar técnicos camarários aos locais que efetuarão um levantamento concreto das situações para posterior avaliação e decisão."
 Veja mais imagens desta iniciativa no Facebook/​evoranoticias​


linha.jpg

1 de março 2014

"Câmara visita Freguesia de N.Sr.ª Tourega e Guadalupe​"


tourgea300.JPGtourega2-300.JPG

tourega3-300.JPG tourega4-300.JPG

​"A Câmara Municipal de Évora iniciou sábado, dia 1 de Março, na área territorial da União de Freguesias de Nossa Senhora da Tourega e Nossa Senhora de Guadalupe uma nova forma de contacto com a população do concelho a que denominou Pelos Caminhos do Concelho – Ao Encontro das Populações.
Durante mais de 10 horas, o presidente da edilidade, Carlos Pinto de Sá, a vice-presidente Élia Mira, e os vereadores Eduardo Luciano e João Rodrigues, acompanhados por diversos técnicos autárquicos, visitaram as povoações de S. Brás do Regedouro, Guadalupe e Valverde, pondo em prática uma gestão aberta e participada.
Acompanhados sempre pelo Presidente da Junta de Freguesia, Joaquim Pimpão, e por outros eleitos, a comitiva da Câmara Municipal de Évora pôde escutar de viva voz aqueles que são os anseios de uma população, idosa na sua grande maioria, e que, por vezes, “apenas quer ver” um sinal de trânsito colocado na sua rua.
Foi assim em S. Brás do Regedouro, uma aldeia de apenas 100 habitantes, em que para além de um plano de sinalização, os moradores manifestaram principalmente a sua preocupação pelo fecho do posto médico, enquanto os mais novos lembraram o Presidente da Câmara Municipal de Évora da inexistência uma rede de telecomunicações em condições que lhes permita aceder à internet.
Já em Guadalupe, Carlos Pinto de Sá e o restante elenco municipal ficaram a saber que a falta de pressão da água na zona norte da aldeia preocupa estes moradores, da mesma forma que a atual oferta de transportes públicos entre Guadalupe e a sede de concelho não satisfaz a população. A finalização da obra da sede do grupo desportivo foi outro dos temas abordados nesta visita, antes da atuação do Grupo Coral de S. Brás do Regedouro, que antecedeu o almoço.
Em Valverde, e após uma visita às instalações da junta de freguesia, à sua biblioteca, que dentro em breve irá receber cerva de 10 mil livros, à Associação de Reformados e Idosos, ao Jardim de Infância e ao Grupo Desportivo, o autarca de Évora cruzou-se com o conhecido apresentador de televisão José Pedro Vasconcelos e proprietário de uma unidade hoteleira com sede na freguesia em que o tema da conversa foi a estrada de acesso ao Cromeleque dos Almendres.
O final da jornada ocorreu na Casa do Povo de Valverde e perante uma plateia participativa, os eleitos da Câmara Municipal de Évora foram interpelados sobre várias matérias, desde questões de carácter político, habitacional, arruamentos… .
“É nossa opinião que, conhecendo e falando no local, será mais fácil procurar as melhores soluções para os problemas e contribuir para maior desenvo​lvimento e justiça na Freguesia e no Concelho”, diz o Presidente, manifestando-se extremamente satisfeito com o balanço.
“Sempre defendemos que é nossa obrigação promover o contacto direto com a população e é isso que hoje começámos a fazer. Não prometemos soluções fáceis, mas garantimos que todas as questões levantadas pela população terão uma resposta”, esclarece."
Veja mais imagens desta iniciativa no Facebook/e​voranoticias​


​​

DOCUMENTOS ASSOCIADOS