09 fevereiro 2017

Pelos Caminhos do Concelho 2017

Pelos Caminhos do Concelho - ao Encontro das Populações" 2016/ 2017

​​​​"Pelos Caminhos do Concelho - ao Encontro das Populações" 2017​

​A implementação do programa de gestão participada “Pelos Caminhos do Concelho, ao Encontro das Populações”, tem permitido ao Executivo Municipal conhecer os problemas das populações mas também as boas práticas e os bons exemplos. E, dentro das nossas competências e possibilidades, procuramos resolver problemas concretos ou contribuir para a sua resolução com as entidades competentes porque uma parte dos problemas e insuficiências que identificamos depende também das políticas do Governo. Por outro lado, o compromisso da Câmara Municipal em ouvir as populações e encontrar soluções em conjunto com moradores e freguesias tem-se mostrado fundamental para melhorar o acesso aos serviços públicos e para tornar mais eficiente a intervenção da autarquia nos mais variados domínios. É evidente que, para a concretização deste programa de gestão participada, é fundamental ter um Município organizado e saudável do ponto de vista financeiro. Ao longo dos últimos três anos são vários os passos que têm sido dados nesse sentido. A redução da dívida em cerca de 15 milhões de euros, a redução do prazo médio de pagamento a fornecedores de 867 dias para menos de 90, a renegociação de contratos danosos para as contas municipais ou o facto de termos pago a totalidade das dívidas às freguesias, são alguns dos indicadores que resultaram do esforço de reequilíbrio financeiro e do empenhamento de muitos trabalhadores municipais para assegurar, muitas vezes em difíceis condições, uma resposta digna às populações. Continuamos determinados em contribuir para melhorar as condições e qualidade de vida das populações e para o desenvolvimento do concelho, mesmo sabendo das dificuldades. Para isso, é fundamental juntarmo-nos e procurar soluções em conjunto.

Em conjunto, vamos trabalhar para uma vida melhor! Venha participar!

Conte connosco, nós contamos consigo!

Calendário 2017


2017

14 janeiro | Sra. da Saúde
11 fevereiro | Canaviai​s
11 março | S. Manços e S. Vicente do Pigeiro
15 abril | Torre de Coelheiros
13 maio | Centro Histórico​
3 junho | Boa Fé e S. Sebastião da Giesteira



Notícias

17 setembro| Pelos Caminhos ... de Nossa Senhora de Machede

O Presidente da CME e os eleitos com pelouros visitaram durante a manhã de sábado, 17 de setembro, a Freguesia de Nossa Senhora de Machede.  
Um ano depois da primeira visita inscrita nos “caminhos pelo con​celho”, o executivo da Câmara regressou a Nossa Senhora de Machede para avaliar, juntamente com os eleitos na freguesia local, a evolução dos problemas identificados em 2015, soluções, ou entraves encontrados. A manhã foi dedicada ao contacto e troca de ideias com os residentes, ouvindo as suas ideias, sugestões e aspirações.
Carlos Pinto de Sá, Élia Mira, Eduardo Luciano e João Rodrigues, acompanhados de alguns técnicos do Município, foram recebidos pelo Presidente da Junta de Freguesia de NS Machede, Ezequias Romão, e por outros representantes daquela autarquia, em Valongo onde teve início a visita.
Antes, já tinha sido percorrida a estrada de Valongo, uma preocupação para a autarquia, que não tendo meios para intervir garantindo a qualidade do piso como seria desejável, se comprometeu a continuar a procura de soluções para o problema.
Já na sede da Freguesia, o Presidente Ezequiel Romão apresentou as principais preocupações dos habitantes daquele território.
A comitiva visitou, ainda, o futuro Parque Industrial de NS Machede, onde se procuram ultrapassar condicionantes de ordem legal que entravam o processo de desenvolvimento desta infraestrutura. Carlos Pinto de Sá declarou o seu empenho em que o processo avance. Para o impulsionar, agendou no local uma reunião com a Junta de Freguesia e as 11 empresas que mostraram disponibilidade para se instalarem. O objetivo é que a obra possa arrancar no mais curto espaço de tempo possível. 
O isolamento de alguns montes e a dispersão populacional, característica desta freguesia rural, associadas a questões de segurança, foram outros aspetos evocados durante a manhã de trabalho. Formas de apoio ao Grupo desportivo local e à prática desportiva, ou às atividades da Banda Filarmónica da Casa do Povo foram outros assuntos abordados pelos participantes. 
Esta edição dos caminhos pelo concelho, terminou com o habitual encontro com a população, onde foi aberto espaço e oportunidade para conversa franca sobre as preocupações dos habitantes de Nossa Senhora de Machede.
No próximo dia 29 de outubro os “caminhos pelo concelho” prosseguem desta vez na freguesia da Malagueira, convidando-se desde já a população a acompanhar os eleitos, a colocar as suas questões, a esclarecer dúvidas e a apresentar as suas propostas para a solução dos problemas comuns da freguesia.

 


DSC_0115-a.jpg DSC_0080-a.jpg
DSC_0074a.jpg DSC_0058a.jpg



06 junho | Pelos Caminhos do Concelho, a Câmara voltou à Graça do Divor

Este sábado, 4 de Junho, os eleitos com pelouros voltaram à Graça do Divor para mais uma etapa do programa “Pelos caminhos do Concelho”.
O encontro entre autarcas, técnicos e munícipes da Graça do Divor teve como objetivo principal prestar esclarecimentos sobre as questões antes levantadas pelos dirigentes associativos e pelos residentes locais, bem como tomar conhecimento de novos casos que entretanto viessem a colocar-se.
O percurso começou no Lar e Centro de Dia, onde para além da visita aos utentes, foi possível aos diretores apresentar no local as questões que acharam pertinente dirigir à Câmara. 
Na visita ao Jardim de Infância os eleitos municipais tiveram oportunidade de verificar as excelentes condições das instalações, que a Junta de Freguesia apresentou com orgulho.
A Escola Primária, visitada de seguida, foi referida como tendo estado em risco de encerrar por decisão do anterior Governo, alegadamente por não reunir o número mínimo de alunos considerado suficiente para justificar o funcionamento. Todavia, a Junta de Freguesia conseguiu reverter o processo graças à decisão de tomar a seu cargo o transporte diário das crianças a partir dos locais de residência mais afastados. Desta forma foi possível corrigir uma decisão política desfavorável aos interesses locais e ao mesmo tempo assegurar o direito ao ensino de todas as crianças da freguesia sem exceções. 
Por fim, após o percurso efetuado pelas ruas da aldeia, onde os residentes colocaram diversas questões e obtiveram os respetivos esclarecimentos, teve lugar na Casa do Povo a reunião com a população.

4graca.jpg 2graca6-6-16.jpg 1graca6-6-2016.jpg 3graca.jpg
 



9 abril | Ao Encontro da População de S. Miguel de Machede

O compromisso de levar a administração municipal aos cidadãos, de aproximar os eleitos dos seus eleitores, de ouvir e prestar contas na primeira pess​oa, tem vindo a ser cumprido Pelos Caminhos do Concelho.​
No passado sábado, 9 de Abril, os eleitos regressaram a S. Miguel de Machede após uma primeira visita, da qual resultaram algumas intervenções do Município, que foi possível realizar com o contributo dos moradores e em colaboração com a Junta de Freguesia. De destacar a obra de regularização do caminho das Courelas das Mascarenhas, que foi possível graças a uma parceria entre a Câmara Municipal e os moradores.
Carlos Pinto Sá, Presidente da Câmara Municipal, os Vereadores Eduardo Luciano e João Rodrigues, apoiados por técnicos municipais, foram recebidos pelo Presidente da Junta de Freguesia, Luís Ramalho, pela Tesoureira da Junta Ana Maria Amaral e por representantes da GNR. Das Courelas da Toura a S. Miguel, percorreram as ruas da aldeia, visitaram as coletividades e as instituições locais. Ouviram falar de problemas e falaram de soluções.
A visita começou pela Associação Cultural, Desportiva e Recreativa das Courelas da Toura onde os residentes colocaram diversas questões de interesse comum. De seguida prosseguiu pela sede da Junta de Freguesia e pelas ruas da aldeia, em contacto direto com os residen​tes, que entre saudações iam colocando as suas dúvidas e sugestões. Para todos os casos se apontara​m caminhos e se perspetivaram soluções.
Na SUÃO, Associação para o Desenvolvimento Comunitário de S. Miguel de Machede e no Lar de Idosos, os eleitos tomaram contacto com as respetivas atividades, inteiraram-se das condições de funcionamento, realidades e expetativas futuras.
Na Casa do Povo, onde se situa também a sede da Associação Filarmónica 24 de Junho, os eleitos reuniram-se com a população, que chamou a atenção para a necessidade de limpar as árvores da estrada que liga à variante da EN254. Por fim, ouviram Carlos Pinto Sá falar sobre os constrangimentos resultantes da situação financeira da Câmara, que tornam mais difícil a resolução dos problemas. Não obstante, ouviram também falar dos progressos já alcançados, de sucessos e da vontade de encontrar soluções, sempre com o contributo de todos.

Veja aqui mais fotos​
12983291_534362353409055_6555278956080291713_o.jpg 12977125_534364883408802_2029772412373004250_o.jpg
13002383_534363616742262_5105893678853924879_o.jpg 12970769_534364443408846_5458655136710593850_o.jpg

 



13 fev.  | "Pelos Caminhos do Concelho - Eleitos e técnicos voltaram este sábado ao contacto com a população de S. Brás do Regedouro, Guadalupe e Tourega"

Com o compromisso de ver, ouvir, e programar soluções com quem habita o concelho de Évora, um ano após a primeira passagem pelos caminhos da União de Freguesias de Nª Srª da Tourega e Nª Srª de Guadalupe, o Presidente da Câmara, Carlos Pinto Sá, o Vereador Eduardo Luciano e o Vereador João Rodrigues, acompanhados por alguns técnicos, dedicaram o dia às localidades de S. Brás do Regedouro, Guadalupe e Valverde.​
Tomando em conta os temas abordados aquando da primeira visita, foi tempo e oportunidade para ouvir e avaliar as evoluções perspetivando soluções.
O Presidente da União de Freguesias, Joaquim Pimpão, outros dois elementos do seu executivo, bem como representantes das diversas associações e grupos locais e GNR, acompanharam a delegação da Câmara Municipal, identificando e esclarecendo sobre as questões levantadas durante todo o dia.
Em S. Brás do Regedouro, durante o percurso pelas ruas da aldeia, foram apontadas dificuldades no acesso por parte da população à internet, e de limpeza de uma linha de água local. Foram visitadas as instalações do Grupo Desportivo e Cultural e do Centro de Dia para idosos, onde, do diálogo com os presentes, resultou a reafirmação do empenho da Autarquia em apoiar o trabalho destas instituições, tendo naturalmente em conta as limitações resultantes dos constrangimentos de ordem legal e financeira que são conhecidos.
Em Guadalupe o Grupo Desportivo e o Grupo de Jovens, nas respetivas sedes, expuseram as suas principais dificuldades, que se situam principalmente ao nível das instalações e equipamento. Debaixo de chuva intensa e persistente, o grupo apreciou e comentou a obra recente de requalificação do espaço fronteiro à Junta de Freguesia, situando-a como um exemplo do bom trabalho que tem vindo a ser feito. A Associação de Idosos de Guadalupe foi a etapa seguinte, onde a visita e as palavras dos autarcas quebraram a monotonia dos dias. Finalmente, na sede da Junta de Freguesia fizeram-se balanços e apontaram-se caminhos. Entre outros, foram focados problemas de pressão de água em Guadalupe que se espera possam vir a ser reduzidos com uma ligação à conduta de valverde que estava indefinida há muito tempo.
Em Valverde na última etapa, o Grupo Desportivo e Cultural da Tourega foi a primeira paragem. Também aqui se falou de dificuldades, de sucessos, de objetivos e de meios.
Os autarcas visitaram o novo jardim, cuja construção recorreu à utilização de materiais reciclados resultando num espaço aprazível.
No Centro de Dia da ARPI de Valverde, os eleitos tomaram conhecimento do trabalho que visa proporcionar aos idosos o melhor bem-estar possível. Na Casa do Povo foram identificados alguns problemas, nomeadamente relativos à manutenção das instalações. Na Associação de Jovens o acesso à internet e o apoio a questões técnico-jurídicas foram referidas como sendo as principais preocupações. 
Por fim, a sede da Junta de Freguesia de N. Srª da Tourega (Valverde) foi o palco do balanço da jornada com a participação de um grupo de cidadãos residentes. Nas várias intervenções foi elogiada esta metodologia de trabalho, a colaboração que se tem verificado entre o Município e a União de Freguesias, como forma de ultrapassar as dificuldades e avançar na promoção da qualidade de vida nestas localidades.
13fev-2.jpg 13fev-4.jpg

13fev-1.jpg 13fev-3.jpg