Évora Cidade Educadora

​​O QUE É A CIDADE EDUCADORA

A Cidade Educadora não é um programa ou projeto. É um percurso que a Cidade decide percorrer, no sentido de permitir às pessoas que a constituem a formação necessária para uma adaptação crítica e uma “participação ativa face aos desafios e possibilidades que se abrem graças à globalização dos processos económicos e sociais, a fim de poderem intervir, a partir do mundo local, na complexidade mundial, mantendo a sua autonomia face a uma info​rmação transbordante e controlada por certos centros de poder económico e político”.

O conceito de Cidade Educadora nasceu em Barcelona, nos anos noventa do século passado, assente na ideia de que a cidade é, per se, um agente educador.

Assim sendo, todos os espaços da cidade, bem como todas as ações que nela decorrem têm potencialidade educadora, uma vez que é um espaço de opinião e de liberdade, pluralismo e multiculturalidade.

Neste sentido, a Cidade é, necessariamente, educadora: a planificação urbana; a cultura; os centros educativos; as questões ambientais, desportivas e de saúde, as económicas, as que se referem à mobilidade e segurança; a cidadania e a participação; os diferentes serviços, como a comunicação, a cultura, o património, têm, todos eles, uma potencialidade educadora permanente.

Na Cidade Educadora, todas as estratégias de desenvolvimento devem ser orientadas para a formação de cidadãos conscientes, atentos e críticos. Nela, os órgãos de poder local definem políticas que promovam um crescimento sustentado, fazendo emergir uma sociedade mais justa, melhor formada e mais empenhada e participativa em todas as causas públicas.

Em 1990, um conjunto de cidades de diversos países reuniu-se em Barcelona, naquele que foi o I Congresso Internacional das Cidades Educadoras, com o objetivo comum de trabalhar conjuntamente em projetos e atividades para melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes. Nesse ano foi inaugurado o movimento que deu origem à Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), criada em 1994. Também nesse ano foi estruturada a primeira Carta de Princípios, revista em 2004, naquela que ficou conhecida como a declaração de Génova.




Acompanhe também, através do site oficial ou do Faceb​ook, a atividade da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE), constituída por 53 Municípios, fazendo parte da Associação Internacional das Cidades Educadoras - AICE.​

imagem.jpg​​