Programa de Atividades de Enriquecimento Curricular (AECS)

​Évora, enquanto Cidade Educadora, subscritora da Carta das Cidades Educadoras desde 2001, procura desenvolver um conjunto de estratégias, assentes em parcerias sólidas com os agentes educativos e sociais, conducentes ao investimento na formação, promoção e qualificação de todos os seus habitantes, apostada numa metodologia equitativa, solidária e de assento territorial.

Neste contexto, construir uma verdadeira sociedade do conhecimento sem exclusões, pressupõe criar oportunidades de acesso a TODOS, a saberes fundamentais para uma adaptação critica e participação activa face aos desafios da globalização,​ promovendo-os como cidadãos de pleno direito.

É com esta convicção, no estrito respeito pela legislação vigente e competências do município e, na prossecução de princípios de subsidiariedade e​ igualdade de oportun​idades, com vista à potenciação da eficácia e qualificação das respostas disponíveis para as famílias do concelho, que o município de Évora e os 4 agrupamentos verticais de escolas do concelho estabelecem anualmente um acordo de colaboração, que visa proporcionar o acesso aos alunos 1º ciclo do ensino básico de Évora a atividades de enriquecimento curricular.​​




PROGRAMA DE ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR (AEC) 2018-2019

As atividades para o presente ano letivo, têm como objetivo fundamental enriquecer o desenvolvimento global dos alunos do 1º ciclo, através de práticas essencialmente lúdicas.
O seu futuro como cidadãos de pleno direito que está assente nos princípios da Carta das Cidades Educadoras, pilar do Programa de Enriquecimento Curricular, é uma convicção e uma preocupação do Município, bem como a qualificação e a diversidade das respostas disponíveis para as famílias do concelho.
Assim, e recorrendo o mais possível a equipamentos públicos nas áreas das Cultura, do Desporto e das Artes, pretende-se levar as crianças a vivenciar experiências facilitadoras do seu desenvolvimento e enriquecedoras da sua educação não formal.

​Informações Gerais
OFERTA DISPONÍVEL PARA O PRESENTE ANO:
/// ENGLISH LAB-STORY CORNER (Laboratório de histórias em Inglês)
Gosto pela língua;
Aquisição vocabular;
Conhecimento da cultura.

/// ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA (AFD)
Educação psicomotora;
Aquisição de regras e normas competitivas;
Prática desportiva e estilo de vida saudável.

/// MÚSICA
Interpretação e comunicação musical;
Percepção sonora e musical;
Cultura musical.

/// EXPRESSÃO DRAMÁTICA
Corpo como elemento comunicador;
Expressão verbal e não-verbal;
Capacidade de dramatizar e improvisar.

/// JOGOS MATEMÁTICOS
Raciocínio lógico;
Estratégias de resolução de jogo;
Sensibilização para o conhecimento científico.

/// DANÇAS URBANAS
Flexibilidade e postura corporal;
Musicalidade e imaginação;
Ritmo.

/// DANÇAS DO MUNDO
Dança;
Interculturalidade;
Expressão.

/// BRINCAR, APRENDER, CRESCER
Transição entre o pré-escolar e 1º ciclo;
Aprendizagem através do brincar;
Contacto com a escola, o bairro, a cidade e o concelho.

/// APRENDER A SER
APPACDM – Associação de Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental
Respeito pelo Outro e pela diferença;
Capacidades relacionais;
Gestão dos afetos.

/// VIAGEM AO MUNDO DAS EMOÇÕES
Sociedade do Bem
Emoções;
Empatia;
Responsabilidade.

/// SER ARTE
Círculos de Transformação
Comunicação;
Artes;
Autonomia.

/// YOGA
Ásharma Évora Dyána
Postura;
Anatomia e Saúde;
Interação social.

/// ARTES PLÁSTICAS
100Pavor
Artes;
Exploração de materiais;
Imaginação.

/// COACHING EDUCACIONAL
Coaching Educacional
Desenvolvimento sócio emocional;
Auto estima;
Pró-atividade.

/// CANTE | TEATRO
Associarte
Improvisação;
Oficina de música;
Atelier de teatro.

/// LUDOTECA VAI ÀS ESCOLAS
Ludoteca
Interação;
Meio-ambiente;
Socialização.


QUESTÕES PERTINENTES:
Quem assegura as AEC?
Técnicos com qualificação profissional ou técnicos especializados na área.

Qual o papel das entidades envolvidas?
Ao Município cabe a contratação e gestão dos técnicos, a implementação das atividades, a manutenção dos espaços e a garantia de condições para o desenvolvimento das AEC.
Aos agrupamentos cabe a integração das AEC nos seus projectos educativos, o acompanhamento e supervisão pedagógica das atividades através da articulação entre técnicos das AEC e professores titulares de turma.

Como acompanhar o que é feito nas AEC?
Conversando com os técnicos das atividades directamente nas escolas, uma vez que nem sempre estes conseguem estar presentes nas reuniões com os Encarregados de Educação por haver sobreposição de reuniões.

Consultando as planificações de turma disponíveis em todas as salas e os materiais que os alunos produzem.

Participando nas atividades dirigidas à comunidade e envolvendo-se nos desafios propostos pelos técnicos.

Em caso de falta de um técnico das AEC o que acontece aos alunos?
O Município tenta, em primeiro lugar, assegurar uma substituição dentro da mesma área. Quando tal não é possível, procede-se à substituição através de um técnico de outra AEC de modo a não deixar os alunos sem atividade.


PROGRAMA PROMOVIDO
PELA CÂMARA MUNICIPAL DE ÉVORA,
COM A PARCERIA
DOS AGRUPAMENTOS DE ESCOLAS.

“Investir na educação de cada pessoa, de maneira a que esta seja cada vez mais capaz de exprimir, afirmar e desenvolver o seu potencial humano, assim como a sua singularidade, a sua criatividade e a sua responsabilidade”

(Carta de Princípios das Cidades Educadoras).