11 janeiro 2016

O Despertar do Desporto

Documento em destaque Janeiro 2016

Se é certo que a prática desportiva já se tinha iniciado em Évora desde o último quartel do século XIX não restam dúvidas de que a mesma só se desenvolveu e democratizou com o advento da República, período durante o qual se processou a introdução dos jogos com bola, (nomeadamente o futebol) e o atletismo, a modalidade olímpica por excelência. 

Os estudantes liceais começaram a participar em festivais e provas desportivas sob a designação de “Os Académicos” mas dentro em pouco o reitor desse tempo, o republicano Manuel Gomes Fradinho, entendeu que deveria ser criada uma estrutura própria com sede Própria. Assim nasceu em 1912 o Sport Vitória Académico, dos quais o mais brilhante foi sem dúvida Augusto Cabeça Ramos que em 1912 competindo nos campeonatos olímpicos de Portugal estabelece novo recorde nacional com pulo de 3,05 metros, proeza que viria a repetir a 12 de Junho de 1914, elevando a marca para 3,27 metros, a qual permaneceu imbatível até 1927.

Entretanto o futebol penetrara também entre os estudantes da Casa Pia. Outros grupos sociais estavam porém atentos e rendidos ao novo jogo. A partir de 1909 a Associação de Classe dos Empregados do Comércio passou a disponibilizar algumas bolas para os seus empregados se familiarizarem com as técnicas, regras e princípios elementares do futebol. Por essa altura fundava-se a primeira colectividade desportiva da cidade que recebeu o nome de Grupo Évora Sport, composto por operários gráficos de várias oficinas. Em 1910 tinha-se formado o Grupo Foot-ball Eborense e foram estas duas equipas que disputaram o primeiro jogo a sério na urbe, pelas quatro horas da tarde no dia 2 de Abril de 1911 no Rossio de S. Brás, sendo árbitro o polivalente “sportman” Augusto Cabeça Ramos. 

A 11 de Novembro desse ano um grupo de estudantes e marçanos fundava o Luzitano Foot-ball Clube.

Já fora do arco temporal aqui definido assina​le-se, no entanto por dever de inteira justiça, a fundação, a 5 de Dezembro de 1918, do Juventude Sport Clube.


Legenda da fotografia: Manuel António do Monte, Professor de Educação Física do Liceu, responsável pela introdução do atletismo em Évora, com Augusto Cabeça Ramos.​

Texto: José Frota