13 abril 2015

Troço do Aqueduto desde a Graça do Divor até à cidade.

O documento em destaque no mês de Abril 2015

O maior equipamento público do século XVI, em Évora, foi o Aqueduto da Água da Prata, que trouxe novas condições de salubridade e higiene aos moradores da cidade, condicionando o seu traçado viário, com abertura de novas ruas e construção de caixas de água e fontanários, nomeadamente a fonte da Praça do Geraldo e Portas de Moura. 

Com a construção do Aqueduto em 1531, a expensas régias e sob direcção do Arquiteto Francisco de Arruda, mestre-de-obras reais, o transporte da água passou a fazer-se num comprimento de 18 Kms, por troços subterrâneos, superficiais e aéreos de acordo com a topografia natural. 

O documento deste mês de Abril representa o Troço do Aqueduto desde a Graça do Divor até à cidade.

Clique para visualizar:



DOCUMENTOS ASSOCIADOS