História da Feira de S. João

​História da Feira de S. João
A 24 de Junho de 1569, realizou-se a primeira feira de S. João em Évora.
A feira desempenhava uma função muito importante no desenvolvimento das povoações.
O dia de S. João sempre foi especial para os lavradores alentejanos, especialmente para os que se dedicavam à criação e negócio de gados. Era também neste dia que se realizava a eleição dos almotacés, a tomada de posse dos Vereadores, e dos funcionários da Casa de S. Lázaro (Instituição de assistência) que eram providos pela Câmara. 
Num Alentejo pobre e abandonado as feiras eram também causa para o seu desenvolvimento, pois era nos mercados e feiras que se marcavam os preços dos porcos que “iam correr” em Beja, Estremoz e outras localidades. Aqui se fixavam os preços dos salários de muitos trabalhadores nos “serviços da acêfa”, da cortiça e dos desbastes do “alvoredo”.
Estavam também arreigadas às Feiras algumas tradições, como a das touradas, especialmente, as dos dias de S. João e S. Pedro.
A feira era ocasião de prestar aos forasteiros a atenção e a hospitalidade características do “povo” desta vasta “planície heróica” que é o Alentejo.
Évora teve, durante vários séculos, a Feira maior e mais importante ao Sul do Tejo. Hoje, muitos séculos volvidos, muitas feiras desapareceram, continuando a Feira de S. João cada vez mais atrativa, mobilizando eborenses e toda a população das localidades adjacentes.

Editais Feira de S. João 
Consulte em baixo, nos documentos associados, os editais da Feira de S. João, de 1925 a 2000.

Curiosidades
​Veja aqui imagens do II Cortejo de Évora – O Trajo no Mundo e no Tempo” – 1968

3.jpg
4.jpg
5.jpg
6.jpg