Construir um PLS

A construção do Plano Local de Saúde deve reger-se pela seguinte metodologia:


1. Ativação da comunidade. 
Há a promoção de um diálogo com as instituições e cidadãos para explicar o que é um Plano Local de Saúde, convidando-os a colaborarem na dinamização da comunidade. 

2. Conhecer a comunidade. 
São analisados e divulgados o​s dados sobre saúde e bem-estar de uma determinada comunidade. 

3. Prioridades, objetivos e metas. 
Através do diálogo organizado com instituições e cidadãos,  elegem-se as prioridades de ação para os próximos anos. Segue-se uma nova ronda de interação com as instituições, onde é pedido o compromisso de respeitarem as prioridades antes definidas e de as fazerem refletir nos seus planos de ação.

4. Implementação e avaliação. 
Em instituições aderentes, que traduzem as prioridades em ações concretas e planos, os objetivos   são regularmente monitorizados e avaliados, de modo a corrigir no terreno as estratégias implementadas. ​