Skip to main content

Alter(ação) / Alter(action)

Atualizado em 17/06/2021

Marta de Menezes, a bio-artista portuguesa cujo reconhecimento nacional e internacional a distingue no panorama global, aceitou o desafio de pensar uma exposição que inscreve as relações entre arte, ciência, ambiente e sociedade no âmago da arte contemporânea. A curadora desafiou um grupo de artistas para uma exposição que se propõe funcionar à semelhança do sistema imunitário de um organismo vivo. Procura-se assim criar um efeito de escala (da escala orgânica das células, tecidos e órgãos à escala planetária, com os ecossistemas), atualizando os questionamentos que revelam que as relações complexas e entrelaçadas das comunidades locais e mundiais, compostas por membros humanos e não humanos, são absolutamente fundamentais e críticas para a adaptação de nós mesmos a um futuro possível, e para a nossa (re)inclusão no complexo e maravilhoso sistema de vida que faz parte do nosso planeta. Com obras de Alan Tod e Olga Kisseleva, Amy Youngs, Andy Gracie, António Caramelo, Brandon Ballengé, Carla Rebelo, Erich Berger, Felipe Shibuya e Pedro Cruz, Ken Rinaldo, Robertina Sebjanic e Lena Ortega, Victoria Vesna. Curadoria de Marta de Menezes

LOCAL DE REALIZAÇÃOCentro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida
HORÁRIO:De 3ª feira a domingo, 10h00 -13h00 / 14h00 – 19h00
TELEFONE:266 748 350
EMAIL:centrodearteecultura@fea.pt
SITE:www.fea.pt/centrodearteecultura
ORGANIZAÇÃO:Fundação Eugénio de Almeida
OBSERVAÇÕES:Parcerias: Cultivamos Cultura Imagem:Fundação Eugénio de Almeida © Victoria Vesna, Noise Aquarium
PREÇO:Entrada livre.
Redimensionar o tamanho da letra
Contraste