Skip to main content

Turma de 95, de Raquel Castro

Atualizado em 20/04/2021

A fotografia foi tirada no átrio do Colégio Salesiano de Lisboa em 1995, o ano em que saiu o álbum Mellon Collie and the Infinite Sadness, dos Smashing Pumpkins, aquela que viria a ser a banda preferida do Miguel N.. Estávamos no 9º ano, o João C. e a Filipa N. estavam apaixonados, o Pedro C. C. sonhava em vir a ser jogador de futebol e o Rui A. foi à televisão imitar o Mickael Jackson. Quase todos tinham uma alcunha: a Testa Rossa, a Cavalona, o Splinter, a Beaver, o Chinês, o Dumbo. Eu, a sétima a contar da esquerda, na fila de trás, era a Olívia Palito. Em 2019 – 24 anos depois – procurei cada um dos meus colegas de turma para conversar sobre aquele tempo e sobre o rumo que a vida levou depois de tirada esta fotografia. Raquel Castro apropria-se de um espectáculo como quem se apropria de um clássico do repertório e parte de Class of 76 (da companhia inglesa Third Angel) para descobrir a sua Turma de 95. Turma de 95 recebeu o Prémio Autores 2020 da Sociedade Portuguesa de Autores para Melhor Texto Português Representado. O espectáculo foi escolhido pelo Jornal Público e pelo Jornal de Negócios como um dos melhores espectáculos de 2019.

Classificação etária: M12

Duração: aprox. 70 minutos.

Espaço sem acesso a pessoas com mobilidade condicionada. ​

 

Email: prodcolb@gmail.com

Organização: Colecção B – Associação Cultural e Câmara Municipal de Évora

Apoios: Direcção Geral das Artes- República Portuguesa, Câmara Municipal de Évora.Direcção Geral de Cultura do Alentejo, Fundação Eugénio de Almeida.

Redimensionar o tamanho da letra
Contraste